Hospital Geral de Fortaleza Foto: Fabiane de Paula

A direção do Hospital Geral de Fortaleza (HGF) decidiu suspender a entrada de novos pacientes na Emergência, por 48 horas, devido à superlotação. A situação foi informada por meio de ofício, endereçado ao secretário da Saúde do Ceará, Carlile Lavor.

De acordo com a assessoria do HGF, o hospital recebeu nos últimos três dias uma demanda além da capacidade. Nesta segunda-feira, 12, havia 64 pacientes no setor de emergência.

Na manhã desta terça-feira, 13, após passar por triagem – equipe formada por enfermeiros, médicos e um integrante do Ministério da Saúde – esse número foi reduzido para 35.

A assessoria do Hospital informa ainda que a unidade só pode trabalhar dentro da capacidade, e com o número excedido, os atendimentos serão restritos à casos graves e doenças de alta complexidade.

Segundo informações repassadas pelo Ministério Público Estadual (MP-CE), o ofício enviado pelo HGF acusava também carência de pontos de oxigênio, macas hospitalares, equipes para atendimento de novos pacientes e ausência de leitos.

A assessoria do hospital informou que pretende interromper a suspensão antes de completar as 48 horas.

Redação O POVO Online