Dealberto morreu no México (Foto: Reprodução/Facebook)

Um brasileiro de 35 anos foi encontrado morto no último sábado,10 , em um hotel na Playa Del Carmen, em Cancún (México). O reconhecimento de Dealberto Jorge da Silva foi feito por uma amiga, que viajava com ele para um casamento. A Polícia mexicana investiga as causas da morte, conforme informações da imprensa. Um amigo próximo afirma que o irmão de Dealberto, que também iria à celebração, está desaparecido.

O empresário caiu do 12º andar e a Polícia mexicana investiga se ele foi atirado de cima do prédio, conforme um amigo dele disse ao jornal Extra. “Não sabemos se ele foi alvo de sequestro. Eles [irmãos] conheceram uma russa, que parece ter conchavo com a máfia. Não sabemos se ele estava fugindo das pessoas, o que aconteceu. A gente acha que ele estava assustado, os caras devem ter entrado no apartamento e eles correram”, disse a fonte, que não quis se identificar.

A família só recebeu a notícia da morte no último domingo, 11, e um áudio no WhatsApp revela que o Dealberto temia ser sequestrado. “Meu irmão, estou para ser sequestrado por aquela amiga do Marqueti, a russa. Está muito f*, tem muita gente, está muito estranho. Avise à Policia Federal, alguma coisa assim, cara, que eu estou muito f*. Estou passando em frente ao Hotel Royal, em Cancún, em Playa Del Carmen, e está todo mundo me olhando. Só avise à imigração de problemas, por favor, avise à polícia”, diz a gravação.

Segundo o amigo, Fernando Silva teria entrado em contato com a família para pedir ajuda e informar que estava escondido dos homens estavam perseguindo eles. Inicialmente, o Itamaraty informou à família que o corpo encontrado seria de Fernando, pois Dealberto estava com o passaporte do irmão. Os dois são empresários do setor elétrico, em Santa Catarina.

Redação O POVO Online
Anúncios