Salve os santos orixás regentes de 2015. Axé e proteção no ano que se aproxima. Adupé e graças aos orixás que regeram o ano de 2014 e que nos ensinaram a enxergar o mundo com olhares mais críticos em busca da justiça, da valorização humana e de mais solidariedade entre os povos do planeta. Xangô e Yansã governaram 2014 com firmeza e fizeram dele um ano maravilhoso.

No passar da meia-noite de 31 de Dezembro esses orixás entregarão a regência do novo ano de 2015 a Oxossi e Ogum, com as bênçãos de Yemanjá, e muita interferência de Exu. A combinação desses dois orixás favorecerá o transcorrer de um ano dinâmico e cheio de realizações, onde tudo o que se tem e se precisa ser feito não pode ser deixado para depois. Ou seja, quem sabe faz a hora e não espera acontecer. Será o ano do sim ou do não, sem meios termos.

Será um ciclo de progressos e conquistas, onde os projetos já iniciados em 2014 terão ampla oportunidade de terem êxito. O destino do ano é extremamente positivo, embora tenhamos que compreendê-lo para tirarmos proveitos de um ano abençoado por Yemanjá e regido por Oxossi e Ogum, já que Exu interferirá pondo à prova nosso carma, onde até pessoas críveis e honestas cairão na tentação da mentira e da embromação. Para melhor nos conduzirmos no ano deveremos levar em consideração a astúcia de um caçador, a paciência de um pescador e a bravura de um guerreiro.

Será um ano em que a disciplina voltará a desempenhar o seu papel na condução de nossas vidas e de nossa nação, já que esses orixás são os regentes do nosso país. Entretanto, para compreendermos o ano nada melhor do que um pouco de história sobre esses orixás.

Segundo o Gênesis ioruba, no principio dos tempos só existia o céu e os oceanos. O universo de Olorum permitiu o surgimento da lama e o planeta se dividiu em terras e águas, formando-se, assim, o triângulo céu, terra e mares. No céu, Oxalá e na lama, Nanã. Do amor de Oxalá e Nanã nasceram todos os orixás. Exu, o primogênito, com o seu comportamento conturbado, violento e sexualmente libidinoso, fez com que Nanã abandonasse a lama dos mangues e fosse, com os demais filhos-orixás, viver nas águas bravias e misteriosas dos oceanos, deixando Exu na terra, não permitindo que ele lhes acompanhasse, mas passando a olhá-lo de longe, já na sua condição e de Yemanjá-nanã, no movimento do vaivém das marés até às areias da praia.

Oxossi, atento e curioso, resolveu ir ao encontro do seu irmão Exu. Yemanjá o proibiu, mas ele a desobedeceu e foi pras terras de Exu (Verger, 1981)1.Contrariada, Yemanjá deu ordens a Ogum para que trouxesse Oxossi de volta pra casa. Obediente e valente, Ogum saiu em busca de Oxossi e o encontrou encantado pelas matas das terras de Exu. Oxossi, feliz com a vida na floresta, convidou Ogum pra ficar e voltar a viver na terra. Ogum voltou pra casa e, influenciado por Exu, contou pra Yemanjá que não havia encontrado Oxossi, ocultando a verdade, mentindo e passando a viver ora com a mãe nos mares ora com o irmão nas matas. Assim se deu assim eu conto, e serve para ilustrar o entendimento sobre a regência de 2015.

Amigos e irmãos na fé, essa lenda serve para mostrar que no ano de 2015 serão muitos os caminhos a serem seguidos com inúmeros espaços e lares a serem desfrutados. No entanto, deveremos valorizar o espaço e o lar que temos. A curiosidade e a mudança de lar de forma inconsequente acarretarão rompimentos sem possibilidade de volta, restando tristeza e mágoas. A relação fraterna entre mães e filhos deverá ser passada a limpo, exigindo paciência, tolerância e compreensão. Não só entre mães e filhos como também entre todos aqueles que lidam com a educação, com crianças ou com aqueles que tenham pessoas sob seu comando. Aliás, o ano requer mais cuidado com a infância, pois muitas crianças sofrerão abusos, maus tratos, abandonos e assassinatos.


* Autoria de Cacau da Oxum Omin Taladê Omã – Designação do Chefe da “Cabana de Oxossi” de Olinda, Pernambuco – médium J. Carlos Macêdo.
** Pierre Fatumbi Verger, fotógrafo francês e pesquisador, em sua obra: Orixás, deuses iorubas na África e no Novo Mundo – Salvador Bahia, 1981.

 

Obviamente, Exu se fará presente em todos os ambientes buscando espaços para induzir as pessoas a desobedecerem, mentirem e exercerem seu terrorismo de má-língua. No seu modo conturbado, brincalhão e irresponsável, Exu favorecerá a disseminação de mentiras, intrigas e discórdias. A mídia será o principal instrumento a ser utilizada por ele e, apesar dos esforços do papa, a igreja continuará a ser alvo de escândalos e especulações. Exu conturbará, sobremaneira, as relações afetivas e políticas, causando transtornos e decepções. A mentira e o leva e traz serão uma tônica no ano. Assim, controlar ímpetos e emoções, agindo com prudência e moderação serão maneiras de se livrar dessa energia negativa.

Entretanto, deveremos canalizar positivamente a energia dos guerreiros Oxossi e Ogum, através de banhos e afirmações, para que possamos controlar nossas ações impetuosas e, assim, livrar-nos de conflitos e mal entendidos. Ogum propiciará a ordem e a disciplina favorecendo a diminuição da violência urbana. Exceto no campo, onde esse orixá e Oxossi influenciarão nos conflitos de terras entre posseiros, indígenas e latifundiários favorecendo demandas em prol do bem comum e da natureza. A energia condensada desses orixás influenciará a população indígena mundial que, após grandes perseguições e maus tratos, mostrarão sua força e justiça reivindicando direitos legítimos junto à sociedade civilizada.
Como se vê, o ano 2015 será extremamente masculino. Embora Yemanjá dê um toque de sedução ao ano, ele não será alvissareiro para o campo amoroso. Yemanjá em 2015 virá representando a justiça materna e, apesar da sua doçura de mãe, exigirá das pessoas maior equilíbrio, lucidez e racionalidade nos relacionamentos amorosos. Nada de choramingar ou reclamar por amores desfeitos ou impossíveis. Nada de ilusão. Pés no chão.

Para Yemanjá ou gosta ou não se gosta e fim. Deve-se encarar a realidade e se cuidar mais. Tudo tem um tempo e o de agora não é propício para romances duradouros. A inconstância de Oxossi favorecerá os rompantes das paixões passageiras. Por isso Yemanjá aconselha juízo e equilíbrio. É tempo de se renovar deixando para trás sentimentos de mágoas ou culpas. O ano permitirá reflexões sobre os relacionamentos amorosos kármicos, aqueles que só causam dor e sofrimentos. Enfim, em 2015 o conselho é para que os casados se cuidem, os solteiros se amem, os indecisos se decidam e os amigados se curtam. Atitudes positivas, amor próprio e bom senso não fazem mal a ninguém.

A vida segue. Oxossi e Yemanjá favorecerão encontros e namoros, mas nada de cobranças ou ciúmes para não estragar o astral do ano. Oxossi transmitirá sua característica de liberdade e inconstância aos seus protegidos, e as pessoas se sentirão mais livres, independentes e autônomas na condução de suas vidas reconhecendo que a felicidade não depende de outra pessoa, mas sim da capacidade que cada um terá em aceitar e compreender o outro e a si mesmo. Oxossi ama a liberdade e facilmente se deixa seduzir pelo novo (leia p.1). Esta característica exigirá das pessoas um maior cuidado com as novas amizades e oportunidades que surgirem. Cautela antes de tomar qualquer decisão ou iniciar algum relacionamento será boa atitude para não se ver envolvido em situações constrangedoras ou de desgastes. Além do mais se deverá redobrar a vigilância ao se lidar com assinaturas de papéis e documentos, pois Exu estará armando suas tramoias para pegar os desprevenidos e desatentos.

Entretanto, em 2015, nosso pai Oxossi anuncia fartura, boas colheitas e recuperação no crescimento do Brasil. Os ciclos climáticos se estabilizarão e a seca será amenizada com chuvas mais regulares. Mas nada de abusar das bênçãos do orixá. Cuidar e zelar pela sustentabilidade do planeta deixará este orixá muito feliz e garantirá o equilíbrio dos recursos hídricos. Entender os ciclos da natureza favorecerá uma melhor qualidade de vida. Pelas características dos orixás regentes, as pessoas deverão estar mais solidárias, tolerantes e responsáveis nesse ano, e isso contribuirá em muito para que cada um consiga superar os seus desafios e isso contribuirá para a melhoria do status da própria nação brasileira.

O espírito de liberdade de Oxossi e o de justiça de Ogum favorecerão manifestações pelos direitos humanos e pela liberdade de expressão em todo o mundo. Naturalmente que isso se refletirá nas relações pessoais, afetivas e profissionais exigindo de cada um de nós paciência e tolerância. Em 2015, o orixá Ogum virá em defesa da lei e da ordem em todos os aspectos de nossas vidas e isso provocará conflitos, rupturas, separações. O temperamento belicoso e impetuoso desse orixá influirá em nosso sistema nervoso provocando comportamentos de mau humor e intolerância bastante prejudiciais nas relações humanas. No campo político e econômico o nervosismo levará a uma instabilidade sem motivos maiores que não sejam as atitudes intempestivas, impetuosas e incongruentes.

A disseminação de notícias tendenciosas aumentará o pânico e o terrorismo da má língua provocando descrédito ao governo e à economia, satisfazendo aos interesses daqueles que se beneficiam do caos e das manifestações públicas que, com certeza, gerarão insatisfação e revolta no povo brasileiro. Ogum interferirá colocando ordem no país que seguirá seu rumo destinado ao progresso. Essa energia belicosa e impetuosa exigirá uma maior atenção em viagens rodoviárias e na condução de veículos em áreas urbanas, pois haverá possibilidade de grandes desastres terrestres.

E isso também vale para quem anda a pé ou utiliza quaisquer outros meios de transportes terrestres. Em 2015, as calamidades, catástrofes naturais, mortandades, conflitos, guerrilhas, doenças, pestes, consumo de drogas e a promiscuidade sexual deixarão as pessoas e as autoridades atônitas. Em consequência, as pessoas buscarão refúgio na religião quando deveriam fortalecer sua fé e praticar mais o amor a Deus através do amor ao próximo. O grande guerreiro Ogum estará à frente dessa faxina espiritual para assegurar à humanidade a passagem para um novo ciclo espiritual.

 

ORIENTAÇÕES SOBRE OS ORIXÁS DO ANO

OXOSSI – Orixá caçador e pescador, protetor de tudo que há nas florestas e matas.
Saudação: Okê bambi ô krin! Okê arô odé! – Sincretismo: São Sebastião e São Jorge
Dia da semana: 5ª Feira – Número: 5 – Regente: Mercúrio
Influencia: Braços, articulações, Audição, visão, circulação e funções hepáticas.
Atua: Comércio, finanças, agricultura, piscicultura, apicultura, pecuária e ind. Farmacêutica.
Representa: Polícias, caçadores, pescadores, mensageiros, desportistas e segurança civil.
Cores: Azul claro, verde, verde com branco, verde com vermelho.
Banhos: Alfavaca de caboclo, manjericão e guiné.

 

OGUM – Orixá guerreiro, senhor do ferro, fogo e aço.
Saudação: Ogum Kapi damigi! Patacori! Ogum yê! – Sincretismo: São Jorge e Santo Antônio
Dia da Semana: 3ª Feira – Número: 3 – Regente: Marte
Influencia: pernas, antebraços, abdômen e estômago.
Atua: Siderurgia, Indústria naval, automobilística, informática equipamentos, toda a área de ferro e aço, esportes, artes marciais e artes plásticas.
Representa: Militares das forças armadas, soldados, operários, investidores e empresários.
Cores: Azul-marinho, vermelho com branco, vermelho com azul e verde.
Banhos: Abre-caminhos, vassourinha e arruda.

 

YEMANJÁ – Orixá Mãe, senhora das águas oceânicas.
Saudação: Odó yá! Odó mi Yao yaba Yemanjá!
Sincretismo: Nossa Senhora da Conceição, Nossa Senhora dos navegantes e Conceição da Praia. – Dia da Semana: Sábado – Número: 7 – Regente: Lua
Influencia: pulmões, sistema respiratório, pés, seios e sistema reprodutor.
Atua: Comércio e indústria de cosméticos, alimentação, enfermagem, pediatria e relações humanas.
Cores: azul claro, verde claro, branco, azul claro com branco.
Banhos: Alecrim, malva-rosa ou branca e manjerona.

 

RECOMENDAÇÕES PARA O ANO

DINHEIRO
Recomenda-se cautela nos investimentos e aplicações financeiras. A pressa e impetuosidade trará cegueira e aplicações inadequadas com retornos pífios ou prejuízos. Na vida pessoal se deverá aprender a poupar sem deixar de fazer o dinheiro circular. Exu gosta de dinheiro e estará atento para nos passar a perna.

AMOR
Amar e não ter a vergonha de ser feliz. Curtir os relacionamentos sem amarras, cobranças, ciúmes ou cenas dramáticas de “eu não sei viver sem você”.

SAÚDE
Problemas pulmonares e respiratórios; Disfunções hepáticas e estomacais, dores nos pés e pernas.

TRABALHO e ESTUDO
Boas oportunidades de ascensão e colocação no mercado. Sucesso em concursos

 

SIMPATIAS PARA RECEBER O ANO

1 – AGRADAR AOS ORIXÁS E TRAZER SORTE PARA A FAMÍLIA
Na noite de ano enfeite a mesa com diversas frutas, mel, milho verde, flores de milho (pipocas de milho) e prato com peixe do mar ou rio. Decore tudo com avencas, flores, palmeiras e espada de São Jorge. Agrade a Exu acrescentando uma rosa vermelha, três limões e cinco ou sete moedas de um mesmo valor, das quais uma ficará com você que dará as demais a quem estiver próximo na passagem do ano.

2 – LIVRAR-SE DO NEGATIVISMO DO ANO QUE SE VAI
Depois que arrumar e decorar a mesa da ceia de ano, escreva num papel todos os desenganos de 2014 e coloque-o num copo d’água cheio até à borda, guardando num cantinho do seu quarto. Quinze minutos antes da virada do ano, despeje a água do copo com os papéis em água corrente (pode ser no lavabo ou pia).

3 – OBTER PROTEÇÃO DE UM DOS ORIXÁS REGENTES
Escolha o banho de qualquer um dos orixás e tome-o meia hora antes da passagem do ano, do pescoço pra baixo, imaginando as energias positivas para 2015 e agradecendo tudo o que você viveu em 2014. Tudo, mas tudo mesmo. Em seguida, vista a roupa da cor de um dos orixás regentes e festeje o Ano Novo com muito axé!

4 – RECEBER OS AXÉS DE 2015
Prepare um banho com as ervas dos orixás do ano. Coloque manjericão, guiné, alfavaca de caboclo, abre-caminhos, arruda, vassourinha, alecrim, malva-rosa e manjerona em infusão numa caçarola de água quente por 45 minutos. Coe em uma peneira, deixe esfriar e tome o banho de cabeça no horário exato das 2l horas, deixando pra trás as energias negativas. Peça proteção e axé a Ogum, Oxossi e Yemanjá. Deixe o corpo secar naturalmente. Não use toalhas nem para a cabeça.

5 – PROTEÇÃO DO NEGÓCIO, EMPRESA OU RESIDÊNCIA.
Faça uma faxina geral e se livre do que você não quer mais. Jogue fora roupas e objetos desgastados, e faça doação aos que estiverem em boas condições de uso. Limpe gavetas e todo o ambiente físico de entulhos e coisas desnecessárias. Lave o espaço de dentro para fora e borrife paredes e piso com água do mar ou com sal em pedra. Deixe secar naturalmente. Enquanto isso prepare um defumador em fogareiro de barro, ou em uma telha também de barro, com canela em pau, açúcar e café. Defume o espaço de fora para dentro, deixando o fogareiro na entrada espalhando o incenso no ambiente. Distribua sete folhas de louro com sete moedas do mesmo valor em cada canto do ambiente e as renove em caso de sumiço. Jogue o carvão do defumador em local de terra.

Via http://www.soulbrasil.com/home/?p=4071

Anúncios