Gaia, com frequencia, públicava fotos da estadia no Brasil. (Foto: Reprodução/Facebook)

Gaia Molinari, 29, foi morta por asfixia mediante estrangulamento, segundo apontou o laudo da necrópsia realizado na manhã desta sexta-feira, 26, no Insituto Médico Legal (IML) de Sobral. A turista italiana foi encontrada morta com sinais de estrangulamento na região do serrote, na Vila de Jericoacoara.

Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ainda não há previsão para o resultado do exame que detecta se houve crime sexual. A italiana chegou em Fortaleza no último dia 16 de dezembro e viajou para Jericoacoara no dia 21.

Uma amiga da vítima, uma turista carioca, prestou depoimento na Deprotu na manhã desta sexta-feira, 26. A proprietária da pousada onde Gaia ficou, Paula Bonelli, contou que as duas turistas haviam marcado a estadia até o dia 24 de dezembro e fizeram o check out às 12h, na data prevista.

Elas continuaram usando o espaço da pousada até 18h, quando a amiga de Gaia foi embora e a italiana não foi mais vista.

Redação O POVO Online
Anúncios