Com 528 votos (61,32% dos votos válidos), Jorge Mota é o novo presidente do Fortaleza para o biênio 2015/2016. Ao todo, 861 votantes participaram da eleição nesta segunda-feira, no Pici. Silvio Carlos teve 272 votos e Estevão Romcy apenas 57. Os três estiveram durante todo o dia na sede do clube acompanhando a votação e a apuração.

Jorge Mota é de novo o presidente do Leão do Pici 

Foi a primeira vez que o Tricolor do Pici passou por uma eleição direta para escolha da Diretoria Executiva, Conselho Deliberativo, Conselho Fiscal e Conselho de Ética e Disciplina. Ao todo, 1600 sócios-torcedores, sócios-proprietários adimplentes e conselheiros eram esperados para o momento histórico.

Jorge Mota foi presidente do Fortaleza do ano 2000 até 2004. No período, conquistou quatro títulos estaduais, além de dois acessos à Série A do Campeonato Brasileiro. Dez anos depois, o advogado encabeçou a chapa “Fortaleza de todos”, com Ênio Ponte Mourão como 1º vice-presidente e Francisco Sérgio Rangel de Paula Pessoa como 2º vice. Para recolocar o Tricolor do Pici pelo menos na Segundona nacional, Jorge Mota aceitou o desafio de disputar o pleito desta segunda-feira (1º).

Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal

Os 851 votos correspondem às urnas. Dez eleitores, que não estavam em listas, votaram por cédulas. Para o Conselho Deliberativo, a chapa “Péricles Augusto Bezerra Mulatinho”, liderada por José Flávio Novais de Menezes, teve 504 votos. Para o Conselho Fiscal, a chapa “Fortaleza Unido e Transparente”, de Francisco de Assis Tomaz, teve 677. Em chapa única, para o Conselho de Ética e Disciplina, Ariosvaldo Gomes de Almeida teve 661 votos.

(Globo Esporte)

Anúncios