Fazenda Belém, na Bacia Potiguar, em Aracati, possui 317 poços perfurados

Uma nova descoberta de petróleo no campo terrestre de Fazenda Belém, na Bacia Potiguar, no Ceará foi comunicada à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) na sexta-feira passada (7/11). É a segunda comunicação de descoberta na área em menos de um mês. No dia 28 de outubro, a estatal já havia indicado à agência reguladora de petróleo ter encontrado mais indícios de óleo na região.

 

“Os indícios de óleo no poço ora explorado também foram registrados no mês de outubro na região exploratória o que pode indicar uma recuperação da produção offshore (em terra) no Ceará”, comenta o consultor de petróleo e gás, Bruno Iughetti.

 

Ele adianta que de março até outubro, a Petrobras perfurou cerca de 24 novos poços offshore no Estado visando aumentar sua produção através dos novos poços e a recuperação dos existentes denominados de “poços maduros” ou seja que apresentam declínio produtivo, conforme projeto da Petrobras no segmento de exploração e produção.

Iughetti destaca que de acordo com o projeto de novas descobertas e elevação do fator de recuperação dos poços existentes no campo da Fazenda Belém, as novas perfurações permitirão a reversão de queda.

“Com dados comparativos entre junho 2014 com o mês de maio, o crescimento foi de 7,6% o que vem incentivar o aporte de investimentos neste processo”, completa o especialista.

Crescimento

Segundo dados da ANP, o Ceará encerrou 2013 com 317 poços terrestres todos localizados na Fazenda Belém. “Mesmo assim, dado que a maioria dos poços são considerados “maduros, tivemos no ano de 2013 em relação a 2012 um decréscimo de 9,6% o que se espera reverter, em definitivo, com as últimas descobertas anunciadas”, considera Iughetti. 

Ele acrescenta que, a Petrobras está prevendo em seu plano estratégico para as áreas exploratórias e de produção, reforçar os investimentos naquela região e, caso o aumento seja significativo, justificar o escoamento da produção da Fazenda Belém através da construção de oleoduto transferidor para a futura Refinaria Premium II, a ser construída no Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

Avalia que a notícia dá ainda mais esperança de que o Ceará possa crescer muito nessa área nos próximos anos. Conta que a Petrobras continua trabalhando em águas profundas na região de Paracuru.

“Há estudos geológicos que confirmam que essas reservas poderão ser importantes”, afirma. 

SERVIÇO

Acompanhe o boletim da produção de gás e petróleo

Onde: http://bit.ly/1kGC3o2

(Artamira Dutra, O Povo)

 

Anúncios