O jornalista deu declarações preconceituosas contra nordestinos no programa Manhattan Connection, da Globo News; parlamentares argumentam que comentários de Mainardi incitaram o ódio e o racismo

Por Redação

Na manhã desta quinta-feira (6), seis deputados federais apresentaram uma denúncia à Procuradoria Geral da República contra o jornalista Diogo Mainardi, de acordo com nota do Poder Online. Durante apresentação do programa Manhattan Connection, na Globo News, Mainardi fez declarações preconceituosas em relação aos nordestinos, a quem atribuiu a responsabilidade pela reeleição da presidenta Dilma Rousseff (PT).

De acordo com a representação, a atitude poderia “incitar posições discriminatórias e racistas na sociedade”. Após a divulgação do resultado do segundo turno, no último dia 26, o apresentador afirmou que “o Nordeste sempre foi retrógrado, sempre foi governista, sempre foi bovino, sempre foi subalterno em relação ao poder durante a ditadura militar, depois com o reinado do PFL, e agora com o PT”. “É uma região atrasada, pouco educada, pouco instruída, que tem uma grande dificuldade de se modernizar, e se modernizar na linguagem”, completou. Após ver a repercussão negativa de sua fala, Mainardi pediu desculpas e disse que não teve a intenção de ofender ninguém.

A representação dos deputados é assinada por Luciana Santos (PCdoB-PE), Henrique Fontana (PT-RS), Alice Portugal (PCdoB-BA), Erika Kokay (PT-DF), Pedro Eugênio (PT-PE) e Luiz Couto (PT-PB), além do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação. No texto encaminhado, o grupo afirmou que os comentários incentivaram ataques contra os nordestinos nas redes sociais e citou que, naquele período, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) contabilizou 90 denúncias sobre o assunto.

Via http://www.revistaforum.com.br