Faixa prioritária vai de zero a 18 meses FOTO: DIVULGAÇÃO

Seguindo uma tendência nacional, o Hospital Sarah Kubitschek Fortaleza disponibiliza, há cerca de uma semana, atendimento prioritário a bebês prematuros de zero a 18 meses. O serviço, que pode ser agendado de forma online, visa conseguir diagnosticar possíveis complicações no decorrer do crescimento de cada um.

O atendimento ao público é gratuito, e a expectativa do hospital é de trabalhar com cerca de 20 novos bebês por mês, além daqueles que já estarão em acompanhamento. Este projeto foi feito, pioneiramente, emBrasília há um ano, depois de constatado seu bom resultado será implantado em toda a rede do Sarah Kubitschek.

No Sarah-Fortaleza os pequenos serão avaliados em equipe com a participação depediatras, fisioterapeutas, enfermeiros e psicólogos. Caso seja recomendado, podem fazer acompanhamento do desenvolvimento com a equipe junto à família.

Embora o acompanhamento seja válido em todas as etapas do desenvolvimento da criança, esta primeira fase, de zero a 18 meses, é de fundamental importância para detecção e tratamento de problemas no desenvolvimento, pois esse é um período no qual o cérebro da criança é extremamente vulnerável, mais flexível e com muita plasticidade. Quanto antes iniciar a estimulação, melhores serão os resultados obtidos.

“Assim, caso a família detecte qualquer problema na gestação, no parto ou nos primeiros dias de vida, deve trazer o bebê para seguimento, para proporcionar um desenvolvimento de todo opotencial cognitivo, motor e emocional do bebê”, enfatiza a médica Lúcia Willadino Braga, neurocientista e diretora-presidente da Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação.

Para simplificar e dar celeridade nos tratamentos, as consultas podem ser marcadas pela própria família por meio do site: www.sarah.br. Crianças de outras faixas etárias e adultos com problemas neurológicos do cérebro e da medula também são atendidos no Sarah.

Outros pacientes

O Sarah Kubitschek atende em média 400 pessoas diariamente, entre consultas, exames e atividades de reabilitação. Os serviços mais procurados no hospital são a investigação, diagnóstico e reabilitação de crianças e adultos com problemas neurológicos do cérebro e da medula, tais como traumatismo crânio-encefálico, AVC, sequelas de tumores cerebrais, doença de Parkinson, lesão medular, paralisia cerebral e mielomeningocele.

Serviço:

Hospital Sarah Kubitschek Fortaleza: Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 4.500 – Passaré
Site: www.sarah.br
Tel. para agendamento:
3499-4400

(Diário do Nordeste)

Anúncios