Batizado dos filhos de Aécio Neves na Igreja Nossa Senhora do Pilar – FOTO: fotospublicas

Nem mesmo a curiosidade levou os moradores de São João Del Rei à igreja Nossa do Pilar, onde se realizou neste domingo o batizado dos gêmeos do presidenciável Aécio Neves. Segundo relatos, havia menos de 50 pessoas no templo histórico.

São João Del Rei é o berço da dinastia política dos Neves, aberta pelo avô de Aécio, Tancredo Neves, governador de 1983 a 1985 e primeiro ministro no governo João Goulart (1962-1963). Escolhido presidente no Colégio Eleitoral no começo de 1985, Tancredo faleceu antes de tomar posse e foi enterrado na cidade.

A família do presidenciável mantém na cidade um casarão histórico, onde Tancredo morou e foi batizado pelo próprio clã com o nome pomposo de ‘Solar dos Neves’. A frente da casa foi preparada para um pronunciamento político do candidato logo depois do batizado.

A irmã de Aécio, Andréa Neves, poderosa nas campanhas e governos tucanos em Minas, cuidou pessoalmente dos preparativos para o pequeno comício. Em meio à sucessão de ordens ao pessoal de campanha, em plena rua, em frente ao ‘solar’, Andréa foi surpreendida pelo comentário de uma senhorinha que passava a pé pelo local acompanhada de uma amiga.

“Não sei o que é mais feio, se é ele (Aécio) perder pro Lula ou se é perder pra duas mulheres”, disse a mulher. O comentário, embora de viés machista, demonstrou a falta de prestígio do candidato no antigo reduto dos Neves. Andréa ficou irritada e entrou em casa rapidamente. Só voltou acompanhada de Aécio, quando tudo ficou pronto para o pronunciamento do candidato.

Via http://www.pautandominas.com.br/en/May2013/minas_gerais/1195/Batizado-vazio-exp%C3%B5e-baixa-no-prest%C3%ADgio-de-A%C3%A9cio-A%C3%A9cio-Neves-batizado-S%C3%A3o-Jo%C3%A3o-Del-Rei-Andrea-Neves.htm

Anúncios