Há exatas três décadas nascia, em solo acreano, uma das entidades sindicais mais combativas na defesa dos direitos dos trabalhadores. Sob a liderança de Maria José Dantas Muniz (Zeza), hoje com 58 anos, era fundado no dia 11 de setembro de 1984 a Associação dos Empregados em Estabelecimentos Bancários do Estado do Acre.

Na memória da ex-sindicalista, ela jamais esquece o dia “D”. O período era 1987, quando o então prefeito de Rio Branco, Adalberto Aragão (PMDB), decretou um aumento abusivo nas passagens de coletivos públicos. O fato revoltou a população que foi às ruas para protestar contra a medida antipopular. Na época, ocorreram confrontos violentos entre manifestantes e policiais.

De lá para cá, outras centenas de embates com os patrões ocorreram, registrando vitórias e algumas derrotas, como foi o caso do fechamento do Banacre.

Considerada uma das categorias mais politizadas e organizadas no país, os bancários sempre foram vanguarda no movimento social. No início da década de 1990 ajudaram a eleger o deputado estadual Sérgio Taboada (PCdoB) que ficaria no parlamento por oito anos.

A ex-vereadora e hoje deputada federal Perpétua Almeida (PCdoB), ex-presidente do Sindicato, também teve como espelho o movimento sindical bancário para chegar ao parlamento. Outra personalidade, que também chegaria ao parlamento – vereadora por duas oportunidades pelo Partido dos Trabalhadores -, foi a saudosa Maria Antônia.

Festa de 30 anos terá lançamento de revista histórica

A festa de comemoração dos 30 anos de fundação da entidade está agendada para o dia 23, com o lançamento da Revista dos Bancários do Acre – edição histórica. A peça será um resgate da memória do sindicalismo bancário acreano, com textos criativos e muitas ilustrações para contar ao leitor como foram essas três décadas de lutas e conquistas.

A revista de 56 páginas é uma ideia do diretor de imprensa do Sindicato, jornalista Manoel Façanha, que contribuiu com boa parte dos textos e trabalhou arduamente na produção da peça, juntamente com o jornalista Francisco Dandão e o diagramador Danto Freitas. A capa é do design gráfico Régis Macuco.

O projeto da revista é financiado pela Federação Centro Norte dos Bancários (Fetec/CN). O presidente da entidade, José Avelino, e o seu vice Sérgio Trindade agendaram participação no lançamento da peça, assim como Miguel Pereira, secretário de Organização da Contraf-CUT.

Fonte: Contraf-CUT com Seeb Acre

Anúncios