O Santander Brasil anunciou nesta quinta-feira que teve lucro líquido de R$ 527,5 milhões no segundo trimestre. Nos primeiros três meses do ano, o valor havia sido de R$ 518,4 milhões.

O resultado de créditos de liquidação duvidosa (capacidade de um investimento ser convertido em dinheiro) totalizou R$ 4,797 milhões no primeiro semestre de 2014, com queda de 27% em 12 meses e aumento de 4,5% no trimestre.

Os ativos totais do banco (todos os bens, como títulos) registraram saldo de R$ 486,614 bilhões em junho de 2014, alta de 6,5% em 12 meses e de 0,1% no trimestre. O patrimônio líquido totalizou, no mesmo período, R$ 58,003 bilhões.

O índice de inadimplência, superior a 90 dias, atingiu 4,1% do total da carteira de crédito, mostrando redução de 1,1 ponto percentual em 12 meses e alta de 0,3 ponto percentual quando comparado a março de 2014.

A inadimplência de pessoa física apresentou uma redução de 1,5 ponto percentual em 12 meses e aumento de 0,5 ponto percentual no trimestre, alcançando 5,6%. No segmento de pessoa jurídica, a inadimplência mostrou redução de 0,8 ponto percentual em 12 meses e aumento de 0,1 ponto percentual no trimestre, alcançando 2,7%.

(Reuters)

Anúncios