Zezinho Albuquerque e Camilo Santana.

Chegou ao fim o imbróglio político sobre quem concorrerá ao Governo do Ceará apoio com o apoio da base de Cid Gomes. Em reunião realizada na manhã deste sábado (25), no Palácio da Abolição, o diretório cearense do Partido dos Trabalhadores aceitou os argumentos do governador e concordou com a indicação do deputado Camilo Santana (PT) para a disputa ao comando do Executivo estadual.

Pelo acordo, a chapa majoritária será composta pelo presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PROS), como candidato a vice-governador e pelo deputado estadual Mauro Filho (PROS) concorrendo ao Senado Federal. José Guimarães, que seguiu até então como pré-candidato do PT ao Senado, consentiu em abrir mão da vaga a pedido da presidente Dilma Rousseff.

O vice-governador Domingos Filho (PROS), que também pleiteou sua candidatura ao Governo, será indicado ao Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará.

Todas as negociações ocorreram um dia antes da oficialização das candidaturas do PT e do PROS, que ocorrerão neste domingo (29), durante a Convenção Estadual das duas legendas, providencialmente marcadas para o mesmo horário e o mesmo local, às 9h, no Ginásio da Faculdade Ari de Sá, no Centro de Fortaleza.

(Anderson Pires, Ceará 7)

Anúncios