Fábio Lima e Lívio Galeno – Cidadeverde.com

A distância entre Teresina (PI) e Fortaleza (CE) é de aproximadamente 600 quilômetros. É a mais curta da capital piauiense para uma sede da Copa do Mundo. Não haveria oportunidade melhor para os piauienses acompanharem a seleção brasileira no torneio.

menandro-ftz-1

menandro-ftz-2Menandro Medeiros só reclamou do preço da bebida (Fotos: Arquivo Pessoal)

De acordo com a Casa Civil do Governo do Ceará, dos ingressos vendidos, 1.917 foram para Piauí, mesmo número de Pernambuco. O número representa 7,14% dos bilhetes vendidos para turistas do Brasil – exceto Fortaleza (CE).

O dentista Menandro Medeiros estava entre eles e foi ao estádio Castelão. Ele elogiou a arena e os torcedores mexicanos, apesar de fazer ressalva quanto a bebidas. “Saiu um pouco caro. Dez reais um latão de cerveja”, comentou.

O advogado Vinícius Cabral foi ao estádio com o pai Assis, o irmão Assis Júnior e o sócio Rafael Correia. Apesar de admitir que o resultado do jogo não foi tão bom, ele elogiou a organização e estrutura do estádio, que ajudaram a proporcionar uma experiência única.

vinicius-ftz-2

vinicius-ftz-1

vinicius-ftz-3Vinícius Cabral viajou com família e amigos. Encontrou até trupe de “Chapolins”

“O jogo em si não foi tão bom assim, entretanto, a experiência de patriotismo, civilidade, a execução do hino nacional com coral de 60.000 pessoas, a possibilidade de ver um jogo de copa do mundo ao vivo, no seu país e da sua seleção, a companhia dos meus amigos, tudo isso fez com que essa tarde seja inesquecível”, declarou Vinícius Cabral.

Números
Os principais turistas na partida foram de São Paulo (4.984), Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro (2.684 cada um). Depois aparecem o interior do Ceará (2.364), Paraíba (2.173), Pernambuco e Piauí (1.917 cada), Maranhão (1.342) e Pará (1.022).

Moradores da região metropolitana de Fortaleza adquiriram 20.448 ingressos, mais até que estrangeiros (16.614). Entre os de outros países, os mexicanos ficaram com 8.115 bilhetes, seguidos pelos norte-americanos (3.515).