O turista ou o fortalezense que precisar de internet 3G nos pontos turísticos da capital cearense durante a Copa do Mundo 2014 encontrará, de forma geral, velocidades variantes, chegando, no caso de algumas operadoras, como TIM e OI, a um nível relativamente baixo – menos de 1 Megabits/segundo. Taxas ruins de velocidade dificultam o uso de aplicativos básicos da rede, envio de e-mails com anexos e postagem de fotos e vídeos.

Os valores para upload são ainda menores e podem dificultar o envio de um vídeo para uma rede social, por exemplo, como avalia o doutor em telecomunicações e coordenador do GTEL (Grupo de Pesquisa em Telecomunicações Sem Fio) da Universidade Federal do Ceará (UFC), Rodrigo Cavalcanti.

Já a Vivo supera a média de acesso da banda larga móvel para download no Brasil, que é de 1.7 megabits/segundo.

O Diário do Nordeste testou o serviço 3G das três operadoras citadas acima em pontos como a Avenida Beira-Mar, o aeroporto, a Arena Castelão e o Mercado Central, por meio do aplicativo Speedtest, na manhã da última quarta-feira (11).

No aeroporto, a OI apresentou velocidade de 0.88 Mbps para download e 0.21 Mbps para upload, às 9h24. Na TIM, o 3G chegou a 0.6 Mbps para download e 0.15 Mbps para upload, às 9h32. Já a velocidade da Vivo foi de 4.06 Mbps para download e 0.15 Mbps para upload, às 9h33.

Valores

No Castelão, os valores da OI foram de 0.99 Mbps para download e 0.22 Mbps para upload, às 10h12. A TIM apresentou velocidades de 0.67 Mbps para download e 0.07 Mbps para upload, às 10h13. E o 3G da Vivo estava em 1.27 Mbps para download e 0.75 Mbps para upload, às 10h16.

Os valores na Beira-Mar chegaram a 0.99 Mbps para download e 0.23 Mbps para upload da Oi, às 10h54. A TIM contou com 0.63 Mbps para download e 0.12 Mbps para upload, às 10h 58. E o serviço de internet da Vivo estava em 4.49 Mbps para download e 1.78 Mbps para upload, às 10h55.

No Mercado Central, a OI apresentou velocidades de 0.44 Mbps para download e 0.19 Mbps para upload, às 11h19. Já a TIM registrou taxas de 0.65 Mbps para download e 0.37 Mbps para upload, às 11h11. A Vivo contou com 1.64 Mbps para download e 0.68 Mbps para upload, às 11h15.

As médias das operadoras foram 0.776 Mbps ou 776 quilobits para download e 0.217 Mbps ou 217 quilobits para upload da OI. As da TIM foram de 0. 573 Mbps ou 573 quilobits para download e 0.197 Mbps ou 197 quilobits para upload. Os valores da Vivo foram 2,426 Mbps ou 2426 quilobits para download e 0.932 Mbps ou 932 quilobits para upload.

Amostra

Vale ressaltar, segundo o coordenador do GTEL, que essas medidas são apenas uma amostra e, portanto, sujeitas a variações ao longo do dia e em datas diferentes.

O uso de modelos de telefones móveis diferentes (um i Phone 5S, um i Phone 4S e um Samsung Galaxy Y) também pode suscitar diferenças de velocidade, pois o desempenho varia um pouco de um aparelho para outro, conforme lembra Rodrigo Cavalcanti.

Operadoras ampliam as redes

Operadoras revelam que a Copa do Mundo não interfere na velocidade do 3G e confirmam investimentos em agilidade e ampliação dos serviços.

De acordo com a OI, não é possível atribuir ao Mundial eventuais dificuldades de utilização da rede móvel, já que a concentração de pessoas nas cidades envolvidas no evento não é suficiente para prejudicar o serviço. Nos locais onde existe expectativa de grande concentração de público durante os jogos, a companhia já iniciou a ampliação de cobertura e capacidade do 2G, 3G e 4G.

“A OI vem investindo na robustez de sua rede para atender a demanda do evento, o que permitirá que, após este período, todo o investimento fique como legado para ser utilizado pelos clientes atuais e futuros da companhia”, comenta a assessoria de imprensa da operadora.

A empresa dimensionou o aumento na demanda por serviços de telecomunicações durante a Copa e ampliou a cobertura e a capacidade de suas redes de telefonia móvel 2G, 3G e 4G em diversos pontos-chave das cidades-sede do torneio. “O reforço de rede móvel nesses locais está sendo feito tanto com a ampliação da capacidade de tráfego das antenas já instaladas, quanto com a instalação de novas antenas fixas ou posicionamento de COWs (antenas celulares)”.

A OI está focada hoje em melhorar a qualidade da experiência dos seus clientes que utilizam as redes 3G, com a ampliação da capacidade existente das antenas já instaladas em todo o País.

A TIM vem realizando ações importantes de infraestrutura em Fortaleza, como o projeto FTTS (Fiber-to-the-site ou fibra até antena). O objetivo da companhia com a iniciativa foi conectar suas Estações Rádio Base (ERBs) à rede própria de altíssima capacidade de Backhaul permitindo uma maior velocidade de tráfego de dados e melhor qualidade do serviço de banda larga móvel.

A operadora esclarece que as velocidades de navegação variam de acordo com o plano contratado e que segundo os dados do relatório da Anatel de março deste ano, que atesta a qualidade do serviço 3G (velocidades instantâneas e média) atingidas entre as operadoras no Ceará, a TIM cumpriu as metas estabelecidas pela agência.

Segundo dados da Anatel, em abril de 2014, a TIM possui uma base de 3,8 milhões de clientes no Ceará. A empresa tem foco na ampliação e no aperfeiçoamento da sua rede, não somente para atender à demanda da Copa do Mundo, mas também para entregar serviços de telefonia de forma eficiente durante todo o ano.

Vivo

A Telefonica Vivo informa que trabalha continuamente para levar conexão de qualidade a cada vez mais brasileiros. Especificamente na Regional Nordeste, que inclui o estado do Ceará, a companhia, há mais de um ano, ampliou, em 50% a capacidade da rede que atende a região, mesmo sem apresentar qualquer sobrecarga, deixando a rede da operadora ainda mais preparada para receber os milhares de clientes que chegam todos os dias e, agora, os que chegarão durante os jogos da Copa.

A maior parte dos recursos aplicados pela Telefônica Vivo no CE, destina-se à expansão e modernização da infraestrutura de redes e sistemas. Atualmente, a Vivo está presente em 60 cidades cearenses, todas com sinal 3G. Ao todo já são quase meio milhão de clientes com acesso à internet de alta velocidade.

Resultados

Aeroporto:

Oi: 0.88 Mbps para download
TIM: 0.6 Mbps para download
Vivo: 4.06 Mbps para download

Castelão:

Oi: 0.99 Mbps para download
TIM: 0.67 Mbps para download
Vivo: 1.27 Mbps para download

Beira-Mar:

Oi: 0.99 Mbps para download
TIM: 0.63 Mbps para download
Vivo: 4.49 Mbps para download

Mercado Central

Oi: 0.44 Mbps para download
TIM: 0.65 Mbps para download
Vivo: 1.64 Mbps para download

Médias download:

Oi: 0.776 Mbps; TIM: 0.573 Mbps; Vivo: 2,46 Mbps

Lina Moscoso
Repórter

(Diário do Nordeste)

Anúncios