Jornal GGN – Sabe aquele seu Nokia 5125 “tijolão” que, até dez anos atrás, era o queridinho dos usuários? Ou aquele Motorola V3 que era preferência de muita gente? Quem sabe uma versão ainda mais antiga, o Startac, “o melhor celular do mundo”, da geração da anteninha e do abre e fecha? Se por acaso você ainda tiver esses aparelhos como peso de papel, pode acabar tendo algo que vale algum bom dinheiro.
Criado em 2009 por Djassem Haddad, o site vintagemobile.fr tornou-se referência em compra e venda de telefones “antigos” recondicionados. Há clientes dispostos a pagar até 999 euros (algo equivalente a R$ 3 mil) por um aparelho desses. No catálogo do site, há alguns modelos clássicos, como o Nokia 8800 Arte Gold. Até mesmo os mais baratos podem sair por quase 35 euros, algo em torno de mais de R$ 100.

O site começou a ganhar grande destaque há pouco tempo, principalmente desde o ano passado – período de ouro dos smartphones. Em três anos no ar, o site de celulares “vintage” já comercializou aproximadamente 10 mil celulares. Ao jornal Daily Mail, Haddad explicou que os preços elevados dos modelos antigos são por conta da dificuldade de encontrá-los – alguns são edições limitadas. E a população mais velha, que nem sempre se dá muito bem com as centenas de possibilidades dos smartphones, ainda prefere os modelos mais antigos e simples.

O vintagemobile.fr não é o único. O mercado de compra e venda de celulares antigos está em franca expansão. O Lëkki vende aparelhos antigos “reformados” e até mesmo personalizados de acordo com as cores que o cliente preferir, Entre eles, há um motorola Startac laranja. “Muitas redes sociais e um excesso de emails e aplicativos nos fizeram escravos da tecnologia em nosso dia a dia. Mas o Lëkki oferece uma solução, permitindo um retorno ao básico”, declara o site.

Com informações da Época Negócios e Garotas Geek.

Anúncios