São Paulo – Uma rua de Hong Kong acaba de se tornar a mais cara do mundo, ultrapassando a Quinta Avenida, em Nova York.

A Russell Street, em Causeway Bay, alcançou o feito depois de uma loja local ser vendida por incríveis 23 milhões de dólares.

Segundo a Bloomberg, uma pequena loja na rua chega a pagar 10 mil dólares por dia de aluguel.

Um corretor de Hong Kong, Sebastian Skiff, disse à Bloomberg que o valor ultrapassa o recorde da Quinta Avenida.

A rua é dominada por lojas de marcas de luxo de roupas e acessórios. Alguns exemplos: Rolex, GucciBurberry, Cartier, Calvin KleinLouis Vuitton.

O nome, nada oriental, é uma homenagem a James Russell, chefe de Justiça da Suprema Corte de Hong Kong entre 1888 e 1892. Ele morreu aos 50 anos, em 1893.

Russell Street tem o seu próprio Times Square, um grande shopping center, um cinema e um grande telão de rua, similar aos de Nova York.

Mesmo com pequenas lojas e comércios familiares, ela atraiu grandes grifes mundiais, que procuravam um mercado consumidor ávido e seguro – em uma tentativa de fugir da crise europeia.

Em anos recentes, a Burberry, por exemplo, alugou um espaço de 650 metros quadrados na rua. A Tiffany, um espaço de 353 metros quadrados.

(Guilherme Dearo, Exame Online)

Anúncios