Marcos Montenegro, correspondente em Fortaleza

A viagem foi longa. Cerca de 400 quilômetros de Catarina, no sertão cearense, até Fortaleza, para onde Roquelina Chaves e os dois filhos foram apenas comprar adereços para a Copa do Mundo.

— Quem não comprar verde e amarelo agora, logo vai ficar sem nada — garante a comerciante Angela Ferreira.

Mas estrangeiros que quiserem vibrar com sua seleção no calor do Ceará terão de trazer a caracterização de casa.

— Já chegaram procurando, mas não temos nada que não seja do Brasil — afirma o comerciante Thiago Barbosa.

Torcida e recepção, entretanto, os gringos terão de sobra. Fortaleza é a segunda cidade que mais receberá estrangeiros no Mundial, segundo o Ministério do Turismo. A estimativa é de que 65.313 deles passem pela capital cearense. Apenas o Rio de Janeiro, sede da final, verá mais deles pelas ruas — 89.846.

Há rua em Fortaleza, inclusive, que será fechada para festa de alemães, entre 20 e 23 de junho, no bairro Aldeota, um dos mais nobres da cidade. Manfred Alexander Winkler faz questão de mostrar a autorização da prefeitura para a confraternização dos compatriotas.

— Antes, durante e depois do jogo contra a Gana, no dia 21, teremos festa com telões, banda ao vivo e manifestações culturais — anuncia o proprietário de um restaurante alemão “autêntico”, como ressalta.

A alguns quilômetros dali, entretanto, estarão seus adversários na segunda rodada da fase de grupos. Sem Cabo Verde e Guiné-Bissau na Copa, os milhares de africanos que saíram desses países para estudar no Ceará serão ganeses e marfinenses por alguns instantes. A Copa Africana de Nações foi a oportunidade que tiveram para “inaugurar” o bar de um amigo que deverá concentrar africanos no bairro Cidade 2000.

— Colocamos telões lá e lotou de gente. Dá até pra matar a saudade um pouco. E não vai ser fácil pra Alemanha, não — acredita Luis Antônio Vera Cruz, 25 anos, que esteve no Castelão em 2013 para apoiar a Nigéria diante da Espanha (assim como fez a maior parte do estádio naquele 23 de junho).

(Zero Hora)

Anúncios