Em decorrência da proximidade da Copa do Mundo no Brasil, a rede internacional de notícias americana CNN citou nessa quarta-feira, 2, a situação do turismo sexual voltado para a exploração de crianças e adolescentes em Fortaleza. A reportagem começa descrevendo o cenário nos arredores do castelão, e classifica a cidade como um ”imã para o turismo sexual”. 
A equipe conversou com agentes sociais que explicaram que desde de que o país foi eleito como sede do Mundial, o governo tem tentado diminuir a prática entre menores de idade, já que para os maiores de dezoito anos a prostituição é legalizada no Brasil. De acordo com a CNN, a policia local se recusou a dar entrevistas e expôs críticas da população de que as autoridades não estão procurando soluções para o problema, mas que estão apenas o tirando o foco das crianças e adolescentes explorados sexualmente.
Um dos fatores apontados como causa da exploração foi a grande difusão de pobreza na região. Foram entrevistadas meninas que começaram a se prostituir entre doze e dezessete anos de idade,em alguns casos por consideraram um dinheiro fácil e em outros as vítimas são encaminhadas pelos próprios pais. A promotora de justiça Antonia Lima Sousa, explanou que estas meninas vem de uma cultura extremamente pobre, de exclusão social, onde há um grande desrespeito pelas mulheres. São exibidos também, projetos sociais de escolaridade básica e treinamento profissional direcionado a meninos e meninas vítimas de exploração sexual.

(O Povo Online)

 

 

 

Anúncios