O Cespe/UnB, organizadora do concurso da Caixa Econômica Federal, divulgou nota nesta terça-feira (2) sobre uma foto da prova realizada no último domingo (30), que circulou na web. A banca informa que se tratou de um “fato isolado”, que não configurou tentativa de fraude, “tendo em vista que não foi divulgada nenhuma informação sigilosa relativa à prova”.

Segundo o Cespe, a foto divulgada na internet se refere a um documento “ainda sem marcação de respostas” postado na rede social Instagram por candidato ao cargo de Técnico Bancário Novo – Carreira Administrativa.

A banca diz que, durante a realização do concurso, monitorou redes sociais e eliminou todos os candidatos que desrespeitaram as regras do edital. O concurso exigia que, antes de entrar na sala de provas, o candidato desligasse e guardasse equipamentos eletrônicos em embalagem fornecida pela equipe do Cespe.

O organizador diz ainda que enviará todas as informações obtidas à Polícia Federal “para ações que se fizerem necessárias”.

Consulta ao gabarito
Nesta terça, o Cespe liberou a consulta ao gabarito e caderno de questões. Elas podem ser feitas no site da organizadora, nos links : www.cespe.unb.br/concursos/CAIXA_14_NM(para o cargo de técnico bancário, nível médio) ewww.cespe.unb.br/concursos/CAIXA_14_NS (demais cargos, nível superior).

Para ver a prova e o gabarito, os candidatos devem informar o número do CPF.

Leia na íntegra a nota do Cespe/UnB sobre a foto divulgada na web:

“O CespeUnB vem a público informar que, com relação à imagem da Folha de Respostas, que vem sendo veiculada pela imprensa, o fato isolado se refere a um documento ainda sem marcação de respostas, postado na rede social Instagram, por candidato ao cargo de Técnico Bancário Novo – Carreira Administrativa, do concurso público da Caixa Econômica Federal. Durante a realização das provas, o CespeUnB efetuou o monitoramento das redes sociais, utilizando ferramentas eletrônicas para essa finalidade e eliminando todos os candidatos que desrespeitaram as regras do edital que rege o concurso.

O Centro enfatiza que a situação mencionada não constitui tentativa de fraude contra o resultado do concurso da Caixa, nem compromete a lisura do certame, tendo em vista que não foi divulgada nenhuma informação sigilosa relativa à prova. No entanto, o candidato desrespeitou regras editalícias, em particular o subitem 15.21.2 do edital de abertura do evento acima referido, que estabelece que, “antes de entrar na sala de provas, o candidato deverá guardar, em embalagem porta-objetos fornecida pela equipe de aplicação, telefone celular desligado ou quaisquer outros equipamentos eletrônicos desligados relacionados no subitem 15.21 deste edital, sob pena de ser eliminado do concurso”. Desta forma, o CespeUnB informa que, conforme procedimento citado acima, eliminou do certame o candidato em questão. Este Centro ressalta, ainda, que enviará todas as informações obtidas à Polícia Federal para ações que se fizerem necessárias.”

(G1 Concursos e Empregos)

Anúncios