FOTO MERAMENTE ILUSTRATIVA

Quatro homens armados de pistola assaltaram uma agência do banco Santander, no distrito de Pajuçara, em Maracanaú, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). A ação dos bandidos ocorreu na manhã desta sexta-feira, 28. Após o assalto, o grupo fugiu e levou vários malotes de dinheiro. De acordo com o capitão Cavalcante, do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), os assaltantes levaram em torno de R$ 180 mil a R$ 200 mil.

O grupo rendeu o vigilante quando ele estava a caminho da agência. Em seguida, eles esperaram o gerente, o renderam e entraram no banco.

Os homens armados ameaçaram o gerente para ele abrir o caixa forte. Alguns funcionários da agência também foram feitos de reféns. Segundo o capitão Cavalcante, a ação dos bandidos durou cerca de 30 min.

Antes de fugir, o quarteto avisou para ninguém ligar para Polícia sob a ameaça de que o local estava cercado por explosivos e, caso alguém ligasse, o banco iria explodir. De acordo com capitão, os policiais só foram avisados da ocorrência após 40 min da ação criminosa. Ele ainda informou que houve uma varredura no local e nenhuma bomba foi encontrada.

Além das pistolas usadas no assalto, os assaltantes estavam com uma submetralhadora. De acordo com informações passadas pelo vigilante aos policiais, ele foi rendido e entrou em um veículo de modelo Gol, de cor verde, onde avistou a arma.

Segundo o capitão, a Polícia está realizando buscas na região para encontrar os suspeitos. Equipes da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Coordenadoria Integrada de Inteligência (Coin) e do 14º BPM também trabalham no caso.

 

Balanço

Esta foi a 11ª ação contra banco registrada no Ceará em 2014. Os dados são do Sindicato dos Bancários do Ceará. No dia 26 de fevereiro, um grupo de assaltantes explodiu um caixa eletrônico do Banco do Brasil (BB), no município de Alto Santo.

No dia 14 de fevereiro, cerca de 12 homens armados explodiram o posto de atendimento do banco Bradesco de Aratuba e levaram o dinheiro de dois caixas eletrônicos.

No último dia 23 de janeiro, uma quadrilha de cinco homens atacou um posto de atendimento avançado do Bradesco, em Senador Sá. A detonação fez com que parte do teto do prédio desabasse e, após recolher o dinheiro do equipamento, os assaltantes fugiram.

Ataques em janeiro: Tejuçuoca (explosão), Senador Sá (explosão), Guaramiranga (explosão), Novo Oriente (assalto) e Redenção (assalto).

Ataques em fevereiro: Aratuba (explosão), Tabuleiro do Norte (tentativa de assalto), Altaneira (tentativa de assalto), Jardim (tentiva de explosão), Alto Santo (explosão) e Pajuçara (assalto).
 

Redação O POVO Online

 

Anúncios