Após nova assembleia dos bancários na noite desta segunda-feira (14), os trabalhadores da Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil decidiram encerrar a greve. Segundo o sindicato, os bancários das duas empresas retornam às atividades na terça-feira (15).  Na sexta-feira (11), trabalhadores dos bancos privados do Ceará já haviam encerrado a greve. Apenas bancários do Banco do Nordeste do Brasil seguem as paralisações. Os bancários do BNB realizam nova assembleia nesta terça-feira (15).

“A direção do BNB nos apresentou uma proposta rebaixada que chega a ser inferior até mesmo se comparada aos demais bancos federais. A resposta para todos estes desmandos é fortalecer a greve”, diz o diretor do Sindicato dos Bancários e funcionário do BNB, Tomaz de Aquino.

O sindicato aceitou nesta segunda a mesma oferta da Federação Nacional dos Bancos recusada na sexta-feira. Os trabalhadores receberão 8% de reajuste salarial, 8,5% de aumento no piso da categoria, além de receber o valor do salário equivalente aos dias parados em greve.

A greve durou 23 dias na maior parte do país. No Ceará, a greve dos bancários teve forte adesão e 80% das agências de todo o estado chegaram a ficar fechadas.  Os comerciantes alegam prejuízo para o Dia das Crianças por causa greve dos bancários.

Nesta segunda-feira, após o retorno das atividades na maior parte dos bancos, houve grandes filas nas agências privadas. Já quem procurou bancos públicos não conseguiu ser atendido, como o caminhoneiro Acilon Tavares. Ele viajou até Juazeiro do Norte para dar entrada no Fundo de Garantia e chegou à fila às 5h. “Não teve ninguém para tomar providência. A moça chegou agora e disse que talvez, talvez na quarta-feira”, diz.

(G1 Ceará)

Anúncios