http://www.pragmatismopolitico.com.br/wp-content/uploads/2013/10/cubano-m%C3%A9dico-juan-delgado.jpg

Um grupo de médicos do Ceará aderiu ontem ao PSDB para fazer oposição ao governo federal, contra o programa Mais Médicos.

Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, houve 30 filiações de médicos ontem e estão previstas mais 200 até sábado. Dois desses profissionais foram escolhidos para disputar os cargos de deputado estadual e deputado federal em 2104.

Presente no evento do PSDB cearense que marcou a filiação, o ex-governador Tasso Jereissati também entrou no protesto: “Satanizaram os médicos brasileiros”, afirmou o tucano.

A classe médica cearense é uma das mais resistentes ao programa lançado pelo ministro Alexandre Padilha e pela presidente Dilma Rousseff, que prevê a contratação de médicos estrangeiros para atuar nos 701 municípios que não atraíram o interesse de nenhum médico brasileiro, a despeito da bolsa de R$ 10 mil oferecida.

No desembarque de profissionais de cuba, esses mesmos médicos protagonizaram um lamentável protesto em Fortaleza e alguns chegaram a vaiar e xingar de escravos os conterrâneos de Fidel Castro.

com Brasil 247

Anúncios