Fortaleza é o segundo destino mais desejado no Brasil. No total, 10,9% querem ir à capital cearense. O desejo pode ser percebido independentemente da classe social, e a cidade é a quarta mais visitada entre os brasileiros Foto: Shutterstock

Os brasileiros gostam de viajar acompanhados, de avião e de se hospedar em hotéis. É isso que revela pesquisa de intenções de viagem realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Se comparado ao ano passado, os dados do primeiro semestre deste ano apontam um crescimento no desejo de viajar nos próximos seis meses e uma predileção pelo Nordeste.  

A pesquisa indica que 30,8% dos entrevistados desejam viajar no próximo semestre, enquanto em junho de 2012 o índice era de 28%. O Nordeste, com suas belas praias, é a região preferida de 55,2% dos entrevistados, seguida de longe por Sudeste (19,9%), Sul (11,9%), Centro-Oeste (9%) e Norte (4%). Já o índice de pessoas que recebem menos de R$ 2,1 mil por mês e pretendem viajar era de 9,3%, em junho de 2012, e agora está em 13,1%. 

O percentual de pessoas com intenção de viajar só não cresceu quando analisadas exclusivamente as famílias com renda entre R$ 2.101 e R$ 4.800. Diretor do Departamento de Estudos e Pesquisas da FGV, José Francisco Lopes afirma que o fato de o público pesquisado planejar a viagem com antecedência de seis meses facilita a organização financeira. Com tempo, é possível encontrar preços mais acessíveis e parcelar os valores.  

Entre as pessoas com menor renda, a intenção é sair de sua cidade, mas não do Brasil: 98,5% delas querem viajar dentro do País. Este índice só não cresceu para aqueles com renda superior a R$ 9.601. O avião só não é o meio de transporte preferido das classes mais baixas, em que 35,8% pretendem viajar de ônibus, contra 1,6% dos de maior renda. Ainda assim, 54,3% das pessoas planejam se hospedar em hotéis, opção preferida – seguida de casa de parentes ou amigos. 

Números por idade e gênero
Pessoas com menos de 35 anos são as que menos desejam acompanhantes na viagem. Já entre 35 e 44 anos, 94,3% querem viajar com alguém, apesar de ligeira queda se comparado ao mesmo mês do ano passado. Entre a faixa etária mais jovem, chama atenção o crescimento na intenção de viajar de avião e a redução quando se trata de automóveis.  

Na divisão por gêneros, homens e mulheres se assemelham nas pretensões: 38,1% dos homens querem viajar, contra 30,3% das mulheres – valores maiores que os do ano passado. A principal diferença entre eles e elas está em com quem pretender ir. Enquanto 61,3% dos homens querem viajar com cônjuges, apenas 45,7% das mulheres pretendem isso. 

Sete capitais foram analisadas. Recife (7%) e São Paulo (5,2%) são as cidades em que o índice de intenção de viagem mais cresceu. Brasília, Rio de Janeiro e Salvador também apresentaram crescimento. Já Porto Alegre e Belo Horizonte tiveram redução, com 7,1% de queda em cada. A última pesquisa de demanda de turismo doméstico, realizada em 2012 pelo Ministério do Turismo, apresentou as cidades que os brasileiros mais desejam visitar (veja na galeria). 

Além disso, os recifenses pretendem sair do país. Em junho de 2013, 44,5% afirmaram querer isso, contra 5,7% no ano passado. Enquanto os porto-alegrenses são os que apresentaram maior crescimento no desejo de viajar de avião, a intenção de viajar de carro cresceu significativamente em Brasília; e a de ônibus, em Belo Horizonte.

(Portal Terra)