Hugo Motta é o deputado mais jovem do Brasil. O parlamentar paraibano foi eleito para a atual legislatura com apenas 21 anos de idade (Foto: Jornal da Paraíba)

O deputado federal Hugo Motta (PMDB-PB) já gastou mais de R$ 150 mil reais ao longo desses seis primeiros meses de 2013 da verba indenizatória concedida pela Câmara dos Deputados.

O valor seria apenas mais uma despesa para o bolso do contribuinte se a maior parte do dinheiro não fosse usada para contratar consultores, colocar combustível, passagem aérea. Entre as despesas aparece R$ 13.699,67 pagos para a universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Os recursos saíram dos cofres públicos a título de “consultoria, assessoria e pesquisa”, um dos itens permitidos para uso da verba indenizatória que cada deputado tem direito todos os meses. A justificativa é sempre a mesma: orientação jurídica na elaboração de projetos de lei e pareceres técnicos para as comissões temáticas.

Curiosamente, na prestação de contas do deputado destinado a HARVARD UNIVERSITY não são disponibilizados qualquer outro dado que justifique a gastança. Numa pesquisa livre na internet, o parlamentar divulgou sua participação, durante uma semana de março deste ano, de uma rodada de estudos voltados ao desenvolvimento de políticas públicas à primeira infância em Massachusetts.

Pagamentos Efetuados por Hugo Motta

HUGO MOTTA – PMDB/PB (Abril/2013)
HARVARD UNIVERSITY R$ 4.503,71
HUGO MOTTA – PMDB/PB (Março/2013)
HARVARD UNIVERSITY R$ 4.491,87
HUGO MOTTA – PMDB/PB (Fevereiro/2013)
HARVARD UNIVERSITY R$ 4.704,09

Total R$ 13.699,67

O salário de Hugo Motta como deputado federal é de R$ 26.723,13. Motta tem direito todo mês a R$ 35.560,42 de verba indenizatória e mais R$ 60.000,00 (sessenta mil reais) para contratação de pessoal, limitada a 25 secretários parlamentares para formação de sua equipe que não precisam morar e trabalhar em Brasília.

ClickPB. Edição: Pragmatismo Politico