São 04 anos, tem q aguentar!

Da coluna Política, no O POVO deste sábado (10), pelo jornalista Érico Firmo:

A ação da Guarda Municipal na quinta-feira (8) demarca novo momento na imagem do prefeito Roberto Cláudio (PSB) perante a opinião pública. O desgaste é enorme e evidente perante setores significativos da sociedade. Por outro lado, o gesto de tocar a construção dos viadutos também tem apoio de muita gente que enxerga na obra solução para atenuar a crise da mobilidade – coisa que se percebe nas redes sociais e nas reações de muitos que passavam pelas imediações do Parque do Cocó e hostilizavam os acampados.

Sua eleição já expôs o racha na cidade. Teve 53% dos votos válidos e 48% do total de votos. O que significa que menos da metade dos que foram às urnas o apoiaram. Ele já tomou posse longe de ser unanimidade, mas a divisão se aprofundou na madrugada dessa sexta-feira (9).

Cresceu enormemente a separação e a tensão entre a Fortaleza favorável ao viaduto e a cidade que não transige na defesa do Parque do Cocó. A Prefeitura demonstra convicção – embora não haja informação de estatística confiável a respeito – de que a maioria está ao seu lado.

É bem possível que esteja mesmo. Entretanto, desgaste não é desprezível para administração que acaba de atravessar a metade do primeiro de seus quatro anos, mas que já traz embutida – para o bem e para o mal – o peso da aliança inseparável com Governo do Estado que já carrega a fadiga de seis anos e meio. Ao mesmo tempo em que a parceria inegavelmente transfere popularidade – fator preponderante para a própria eleição do prefeito – também envelhece a administração municipal. Ainda mais quando Cid Gomes (PSB) intervém para tentar solucionar a crise alheia. E pior quando nem consegue seu intento. Depois do episódio de quinta, isso se aprofunda dramaticamente.

Anúncios