Advogados populares e defensores públicos se reúnem na manhã desta segunda-feira, 24, em frente à Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC), de onde sairão em marcha até a sede da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ) para protocolar documento com denúncias de violações e excessos da atuação do Estado nas manifestações em Fortaleza. 

O grupo de advogados é formado por cerca de 15 pessoas, mas espera-se a adesão de estudantes de direito e pessoas que foram vítimas da violência da Polícia durante os protestos.

Foi criado no Facebook no último domingo, 23, o evento “Ato contra a violência estatal, pela responsabilização do comando”, encabeçado por advogados da Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares (Renap), que está atuando em diversos estados para “tentar dar suporte às pessoas que sofreram com os abusos e excessos da Polícia Militar durante as manifestações em todo o país”, segundo um dos organizadores do evento, Jairo Pontes, advogado popular.

Na descrição do evento, consta que o grupo de advogados busca convocar todos que desejam a responsabilização de quem ordenou os abusos da Polícia durante as manifestações. “Pediremos ao Ministério Público a abertura de inquérito policial contra todo o alto comando da PM e o Senhor Governador do Estado”, diz a descrição na rede social.

Ainda de acordo com Jairo, o ato não precisa de uma “multidão”, é um ato de adovogados populares que está sendo gestado desde a última terça-feira, 18. Ele afirma que na avaliação dos organizadores do evento a responsabilidade dos excessos e abusos não é atribuída apenas ou primeiramente aos policiais, mas sim ao comando da PM. “O que estamos solicitando é a investigação das condutas do comando sobre o excesso”, esclarece Jairo.

Na manhã desta segunda-feira, por volta das 8h30min estava previstauma reunião no Ministério Público do Estado do Ceará (MP-CE) com instituições de vários setores para falar sobre a criação de uma comissão destinada à dicussão das manifestações sociais ocorridas nas últimas semanas.

(O Povo)