O ex-ministro Ciro Gomes chamou de oportunistas os manifestantes que bloquearam durante duas horas a Avenida Senador Carlos Jereissati, em frente ao Aeroporto Internacional Pinto Martins, neste domingo (23).

Manifestação neste domingo se concentrou durante maior parte do tempo em frente ao Aeroporto Internacional Pinto Martins FOTO: KLEBER A. GONÇALVES

Apesar de reconhecer a importância dos protestos por todo o Brasil, Ciro atribuiu o movimento que bloqueou o acesso ao aeroporto, nesta tarde, a “oportunistas”  ligados a partidos de esquerda, como o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) e Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados (PSTU), e ainda classificou as legendas como fascistas.

Ciro foi até o terminal aéreo durante a manifestação no fim da tarde deste domingo para receber uma pessoa que vinha a Fortaleza e acabou sendo um dos prejudicados com o bloqueio feito pelos manifestantes.

“O povo brasileiro tem todo direito de se manifestar, pedindo mudanças na política brasileira que está marcada pela podridão. Mas nós temos que sempre fazer a distinção. Aqui tem meia dúzia de oportunistas de partidos de esquerda repudiados, como o PSOL, que é fascista, e PSTU, que também é fascista, impedindo turistas de pegar o avião”, destacou Ciro.

(Diário do Nordeste)