Foi confirmada por eventos do Facebook a manifestação deste sábado, 22, em Fortaleza. A concentração será às 15h no Anfiteatro do Parque do Cocó e a saída está marcada para 16 horas. Não foi divulgado o percurso que a manifestação irá seguir. O último protesto, relizado nesta sexta-feira, 21, terminou em confronto com a polícia, mas também teve desdobramentos significativos, quando a Comissão da Prefeitura recebeu um grupo de oito manifestantes.

protesto “Operação Educa 10” começou por volta das 17 horas de sexta-feira, 21, nas proximidades do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC). Cerca de 10 mil pessoas participaram do ato, que poercorreu a avenida Beira Mar, fez parada no Hotel Luzeiros, onde a seleção espanhola está hospedada, e seguiu para o Acquario Ceará. Após rupturas no grupo, houve confronto entre manifestantes e agentes de segurança pública nos arredores do Paço Municipal.

Por volta das 23 horas, uma comissão de manifestantes formada por oito pessoas reuniu-se com com representantes da Prefeitura e discutiu pautas variadas, como a situação do transporte público na Capital, a PEC 37 e melhorias no sistema de saúde. O secretário municipal de Segurança Cidadã, Francisco Veras, informou que o grupo reclamou dos aspectos ruins da cidade, além de revindicarem que a passagem de ônibus em Fortaleza volte a custar R$ 2 e que seja implantado o passe livre. 

Gabriel Bonadies foi um dos manifestantes que participou da Comitiva e escreveu no grupo “+Pão – Circo: Copa para quem?” que os escolhidos não proclamaram-se líderes. “O Cel Pinheiro, da Polícia Militar me viu organizando e sugeriu-me tomar a frente dessa comissão, somente para essa reunião”, esclareceu.

Segundo Grabriel, os protestos não vão parar e os membros da comitiva desta sexta-feira, 21, querem diálogo com as demais frentes do movimento. Ele informa que uma nova reunião foi acertada com o prefeito Roberto Cláudio e com o governador Cid Gomes. “E posteriormente, se necessário será realizado um encontro com entre 5.000 e 10.000 pessoas no Centro de Eventos, para debater com ambos”, completou.

Gabriel disse ainda que não apoiou nem participou das fotos com o Secretário da Educação, Ivo Gomes.”É preciso tomar cuidado para que isso não caia no jogo político. Por isso precisamos dessas 100 pessoas, afirmou.

O POVO Online tentou entrar em contato com o assesor da prefeitura, Moacyr Maia, para apurar a data e horário do novo encontro entre manifestantes e Prefeitura, mas as ligações não foram atendidas.

Além do protesto da tarde deste sábado, está também marcada uma manifestação neste domingo, 23, a partir das 9 horas partindo da Praça Verde do Dragão do Mar.

Redação O POVO Online
Anúncios