O prefeito de Salvador, Antônio Carlos Magalhães Neto (DEM), deu uma declaração polêmica nesta sexta-feira (21) ao comentar a violência registrada na manifestação ocorrida na capital baiana, na quinta-feira.

De acordo com ele, a cidade “não estava preparada” para receber jogos da Copa das Confederações — ao todo, Salvador receberá três partidas do torneio. Entre os jogos que a cidade ainda abrigará estão o deste sábado (22) contra a Itália e a decisão do 3º e 4º lugares, no domingo (30).

— Não só a Copa das Confederações, mas qualquer evento desse porte. Salvador não se organizou.

Segundo o prefeito, a cidade também não aderiu ao que chamou de “cardápio de obrigações” da Fifa para a realização da competição.

— A Prefeitura recebeu um cardápio de obrigações, cujos montantes comprometeriam o orçamento do município — só no plano de mobilidade, teríamos que gastar mais de R$ 170 milhões.

ACM Neto ainda reclamou:

— Nós enxugamos tudo, estamos gastando apenas o essencial, porque a cidade passa por um momento difícil, de falta de dinheiro.

(Estadão Conteúdo)

Anúncios