Milhares se reunem em frente a Prefeitura de Porto Alegre Crédito: Mauro Schaefer

Uma repórter da Rádio Bandeirantes foi assaltada na noite de quinta-feira durante protesto realizado em Porto Alegre. Marina Pagno teve os dois celulares roubados durante tumulto registrado na nova manifestação, que terminou em confrontos e saques. 

A movimentação em Porto Alegre começou por volta das 18h. Mesmo sob chuva, pelo menos 12 mil manifestantes caminharam em direção ao jornal Zero Hora, na avenida Ipiranga, onde pretendiam protestar. Similar ao que ocorreu na última segunda-feira, policiais militares fizeram um bloqueio na altura do prédio do jornal que pertence à RBS, afiliada da Rede Globo. 

Policiais utilizaram bombas de gás lacromigêneo e balas de borracha para dispersar a multidão. Depois do início do confronto, estabelecimentos foram depredados. Bombeiros precisaram apagar um foco de incêndio no interior de uma agência do Banrisul, que já havia sido vandalizada no protesto anterior. 

(Portal Terra)