Pedro Vedova, da GloboNews, foi atingido pela polícia no Rio; nas proximidades, um carro de reportagem do SBT está em chamas; Jornal Nacional entrou no ar mais cedo, diante da tensão; presidente Dilma Rousseff despacha no Palácio do Planalto, onde milhares de manifestantes cercam a Praça dos Três Poderes 

20 DE JUNHO DE 2013  

247 – Um repórter da GloboNews, Pedro Vedova, foi atingido por uma bala de borracha na testa, enquanto tentava cobrir a invasão da prefeitura do Rio de Janeiro por manifestantes. “Fui atingido na testa pelos policiais e estou indo agora para o hospital”, disse ele.

Nas proximidades da prefeitura do Rio, um carro de reportagem do SBT foi incendiado; cena idêntica à da Prefeitura de São Paulo, quando um carro da Record foi também incendiado.

O Jornal Nacional foi antecipado e interrompeu a novela Sangue Bom.

Em Campinas, dezenas de bombas foram atiradas na prefeitura e tropa de choque tenta dispersar manifestantes. Oito pessoas ficaram feridas.

No Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff despacha com as ministras Gleisi Hoffmann e Ideli Salvatti.

(Brasil 247)