Fernando Anitelli, líder do Teatro Mágico, contou que o grupo cancelou uma tarde de autógrafos que faria em Ponta Grossa, no Paraná:

“Escrevo para pedir desculpas pois mediante as manifestações que tem ocorrido na minha cidade (SP), não poderei comparecer ao evento! Após conversa com Gustavo Anitelli e com o grupo, achamos de vital importância estarmos todos unidos e presencialmente fortalecendo o Ato que acontecerá amanhã! Grande parte do nosso público também está nas ruas levando tiros e maus tratos da polícia! Do Gov. Alckmin já se esperava a falta de noção e responsabilidade, triste e decepcionado fiquei com o Pref. Haddad a quem dei meu voto! Por isso iremos às ruas pra cobrar dessa gestão uma postura digna! É chocante ver que a mídia só se sensibiliza quando os próprios jornalistas são alvejados num ato de barbárie! Até então, eram os vândalos, os baderneiros… os tais vinte centavos! Pois então… Não se trata disso! O direito de se manifestar pacificamente nas ruas do nosso país não pode ser cerceado por truculência e violência gratuita! Espero comparecer numa outra oportunidade para este encontro com o pessoal de Ponta Grossa, ok?
Obrigado pela compreensão!

Marcelo D2, líder do Planet Hemp:

“Acordei hoje pensando em quanta gente vai pra rua e como isso pode mudar o Brasil … (…) me emocionei por que é exatamente o que acho que cada um pode fazer pra que essa mudança aconteça … abra seu coração e vá pra rua fazer essa mudança faça sua parte … se não puder ir pra rua faça isso nas suas redes sociais mas não perca a oportunidade de participar e melhorar o Brasil … FAÇA mas principalmente vá em PAZ …!

Marcelo Yuka, ex-baterista do Rappa:

“SINTO A LUCIDEZ POR PARTE DO MOVIMENTO COM CONFIANCA NO FUTURO , SE FOR INGENUIDADE QUE SEJA ,MAS SEI QUE O PODER E SEUS COMPARSAS TAO ACUSANDO O GOLPE E ISSO E’ LINDO DE SE VER..”

O músico Leoni compôs uma música sobre os protestos e lançou um vídeo com imagens das manifestações dos últimos dias:

“Para quem reclama que a causa dos protestos tinha que ser outra. #vemprarua com sua bandeira. Indignação sem ação é inútil”.

Marcelo Tas, humorista e apresentador do CQC:

“E vamos protestar com paz, dignidade, alegria e segurança #TamoJunto #ProtestoBrasil”

A cantora Elza Soares cantou palavras de apoio durante seu show em Ribeirão Preto, SP, no último sábado:

“20 centavos, eu não pago, não. É covardia, meu irmão”. Veja o vídeo aqui.

Os músicos da Nação Zumbi também manifestaram seu apoio:

“Isso tem que acabar! Respeito pelos cidadãos e boas condições de vida são primordiais, como o direito a protestar sem uso da força”.

Pitty, que mora em São Paulo, confirmou sua participação na manifestação no Largo da Batata:

“Bom, eu não sei vocês, mas eu vou pra rua”.

Atriz de Amor à vida, Paula Braun criticou os artistas que publicaram fotos com olho roxo em apoio às manifestações.

“Desculpa aí colegas, mas protestar é tirar a bunda do sofá e ir pra rua. Adoraria ver algum colega que tirou foto maquiado na rua. Se eu vir calo a minha boca”, disse, no Twitter. Mais tarde, ela voltou a falar sobre o tema. “Não falo mais sobre o assunto: não quis alfinetar ninguém. Só disse que tenho vontade de ver todos na rua. É o que mais vale no momento, acho”.

Luiza Possi, cantora:

“A minha torcida é por um país mais justo e preocupado com o que realmente é importante”.

Crédito: http://www.palmaresfest.com.br/noticias-intro/

Anúncios