Um helicóptero da companhia petrolífera HRT, modelo Bell 212, prefixo PRHRZ, caiu na floresta nesta sexta-feira (14), matando o piloto Paulo Silva, do Rio de Janeiro, e o mecânico Rubens Cristiano, de Manaus.

O acidente ocorreu por volta de 8h10, no município de Tefé (a 523 quilômetros de Manaus). As causas da queda estão sendo investigadas.

Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB), a aeronave decolou em Tefé e seguia para a base petrolífera de Urucu, da Petrobras. Porém, após 15 minutos de voo, caiu em uma área distante 38 quilômetros.

Uma aeronave de resgate foi enviada ao local para auxiliar no resgate dos corpos e na retirada dos destroços do helicóptero.

Em nota, a HRT informou que também enviou equipes de apoio fluvial. Um plano de emergência foi acionado pela companhia e toda assistência médica, social e psicológica estão sendo prestadas aos familiares das vítimas.

O Serviço Regional de Prevenção de Acidentes Aéreos (Seripa) abriu um procedimento investigativo o qual vai apurar se o acidente foi causado por falha mecânica ou humana.

Crédito: http://www.emtempo.com.br/