Mônaco

Além do banco suíço BSI, o grupo financeiro Safra, com sede em São Paulo, poderá comprar as operações do HSBC em Mônaco, que já pertenceu a Edmond Safra, o falecido irmão de Joseph Safra. O negócio é estimado entre US$ 600 e 700 milhões.

O HSBC iniciou há alguns meses um plano para diminuir sua presença em paraísos fiscais. Tal plano justificaria a venda da unidade de Mônaco, que lida exclusivamente com private banking.

(Glamurama/Uol)

Anúncios