Deputado Federal Eudes Xavier

Em reunião na tarde desta quarta-feira, 12, o Conselho de Ética da Câmara dos Deputados decidiu arquivar o processo no qual o PSB nacional pedia a cassação do deputado federal Eudes Xavier (PT). O motivo eram as denúncias que o petista fez contra o governador Cid Gomes (PSB) no caso de suposta espionagem contra adversários políticos.

O relator do processo foi o deputado José Carlos Araújo (PSD), que votou pelo arquivamento. Os outros 12 membros presentes à reunião acompanharam o voto de Araújo, de acordo com a assessoria do relator.

 
Denúncia

Na denúncia apresentada por Eudes, a suposta espionagem teria sido bancada pelo Governo do Estado por meio da empresa americana Kroll. Logo após o caso vir à tona, Cid foi à Assembleia Legislativa apresentar sua defesa e se disse vítima de uma “quadrilha”.

A denúncia, segundo o governador, resultou do vazamento de emails de sua caixa postal. Posteriormente, Eudes também foi à Assembleia, onde reafirmou as denúncias. O caso continua sendo investigado pela Polícia Civil.

(Com informações da repórter Hébely Rebouças, O Povo Online)

Anúncios