Aguinaldo Silva ganhou o processo que movia contra o programa Pânico, que agora deverá pagar uma multa de 50 mil reais ao novelista se fizer imitação ou usar sua imagem ou qualquer alusão. A decisão foi publicada nesta quarta-feira (29) na 17ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e não há possibilidade de recurso.

Além disso, a Band também deverá retirar todos os vídeos da internet que tenham qualquer referencia ao autor de novelas da TV Globo.

Pelo Twitter, Aguinaldo Silva comemorou a decisão judicial. “E viva o desembargador Élton Leme, da 17ª Câmara Cível, que viu justiça no meu preito contra o Pânico, a Band e mais alguns”, escreveu o autor, que completou: “O Pânico, diz a Justiça, terá que retirar todo conteúdo da internet que caracterize imitação ou faça alusão à minha imagem.

No processo de Aguinaldo estão incluídos como réus Wellington Muniz, conhecido como Ceará, e os diretores do Pânico, Alan Rapp e Marcelo Picon, além da própria emissora.

(AR)

via Contigo! Online

Anúncios