A Universidade Federal do Ceará (UFC) manteve-se como a 15ª melhor instituição de ensino superior do País, em estudo realizado pelo Ranking Scimago de Instituições Ibero-Americanas (Ibero-Americano Scimago Institutions Ranking – SIR) de 2013.

O ranking do SIR também indicou a UFC como a 48ª colocada entre países ibero-americanos em 2013, subindo quatro posições desde a aferição anterior, quando foi classificada em 52º lugar. O SIR analisou ainda a universidade cearense entre os países da América Latina, onde figura em 23º lugar. Antes se posicionava em 24º.

“Uma vez mais, há de se realçar que se trata de uma façanha, dada a juventude da UFC, comparativamente às demais IES latino-americanas e a algumas coirmãs brasileiras, situadas em regiões de maior desenvolvimento econômico e tecnológico”, disse o professor Wagner Bandeira Andriola, Secretário de Desenvolvimento Institucional da UFC.

O SIR faz a análise da produção científica de quase 3.300 instituições de pesquisa em 106 países com base em dados quantitativos de publicações e as seguintes citações: produção científica; colaboração internacional; qualidade científica média; e percentagem de publicações em revistas.

Rannking QS-WUR

A UFC também foi avaliada pelo Ranking Mundial de Universidades Quacquarelli Symonds (Quacquarelli Symonds World University Rankings – QS-WUR).

O valor da UFC no indicador QS-WUR possibilitou à UFC permanecer entre as 100 melhores universidades latino-americanas, em 71º, uma melhora de 13 posições.

De acordo com QS-WUR, a UFC obteve melhoras substanciais nos componentes que medem a reputação acadêmica da Universidade: citação per capita dos pesquisadores da UFC; citação das publicações da UFC; e impacto Web da Universidade.

O QS-WUR resulta da análise de sete subindicadores: reputação acadêmica da Universidade; reputação do empregador dos egressos; estudantes; proporção de pesquisadores com doutorado; citação das publicações e o impacto na web.

(O Povo Online)

Anúncios