Lucas Altino*, Jornal do Brasil

Os cinco policiais civis feridos na queda do helicóptero modelo Esquilo, na tarde desta quinta-feira (2), no Centro de Treinamento da Polícia Civil, no Caju, foram identificados como Marcos Estaca da Silva Nunes, Disney da Silva Ribeiro Lopes Júnior, Cláudio Cobo Fernandes, o piloto Ricardo de Resende Herter e o copiloto Murilo Cesar da Silva Saibro. 

Segundo informações da Polícia Civil, o agente Cobo está internado em estado grave no Hospital Municipal Miguel Couto, no Leblon. Os demais policiais recebem atendimento no Hospital Souza Aguiar, no Centro.

O acidente ocorreu por volta das 15h40, e o Grupamente Aéreo da Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros estão no local onde está sendo feita a perícia para apurar as causas do acidente.

Os agentes da Coordenaria de Recursos Especiais (CORE) realizavam um treinamento de rotina no momento da queda. A Polícia Civil descarta a possibilidade de o helicóptero ter sido alvejado por disparos. 

A aeronave está com a parte da frente destruída, mas na posição de pouso, como se o piloto tivesse feito um pouso forçado. A queda foi próxima ao estande de tiros da Polícia Civil. 

*Do Programa de Estágio do Jornal do Brasil