policial-corpo
FOTO ILUSTRATIVA

Na última parte da série sobre a insegurança em Fortaleza, vamos ver o que as autoridades têm a dizer sobre a falta de segurança na capital. Nos primeiros quatro meses do ano, os dados da violência são alarmantes. Segundo o relatório de 2012 publicado pela ONG mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal. Fortaleza é uma das capitais mais violentas do mundo entre as cidades com mais de 300 mil habitantes.

O Ceará é o estado brasileiro com o terceiro pior efetivo de policiais militares proporcional ao número de habitantes. No estado para cada 565 pessoas nos temos um Policial Militar, o ideal recomendado pela Organização das Nações Unidas é de um PM para cada 250 habitantes, para chegar a esse patamar seria necessário mais que dobrar o efetivo cearense. Apenas Paraná (1/600) e Maranhão (1/800) tem menor número médio de profissionais.

Secretaria de Segurança Pública do Estado do Ceará afirma que medidas de policiamento extensivo são aplicadas para coibir os assaltos, mas os fortalezenses permanecem com a sensação de insegurança. A Guarda Municipal que atualmente atua em áreas de circulação restrita, como praças, mercados e terminais de ônibus, mas uma proposta que muda a atuação da guarda para reforçar a segurança na capital.

Imagina na Copa
Fortaleza ira sediar dois eventos de grande porte, neste mês de junho a Copa das Confederações e em 2014, nossa cidade recebe a Copa do Mundo da FIFA. E fica a pergunta. Como será a violência com milhares de turistas circulando na capital. Se nesse momento a capital cearense já passa por dificuldades?

(Tribuna do Ceará)

Anúncios