werdum

Fabrício Werdum sentou em um ponta da mesa, e Minotauro, na outra. Mas os treinadores da segunda edição do The Ultimate Fighter e protagonistas da luta principal no ‘TUF Brasil 2 Finale’ são amigos e rasgaram elogios um ao outro, durante coletiva sobre o evento, no Ceará. Eles entraram em conflito apenas quando a torcida de Fortaleza foi o assunto. O duelo será realizado na capital cearense, dia 8 de junho.

Depois de aderir a hits como ‘Ai, se eu te pego’ e ‘Eu quero tchu, eu quero tcha’ na entrada ao octógono, Werdum ameaça escolher um forró local para conquistar a torcida cearense. Ele ainda não conheceu nenhuma música, mas se disse aberto para sugestões. Até que alguém o faça mudar de ideia, um funk de sucesso está em primeiro na lista de prioridades.

– A torcida vai decidir pra quem vai torcer. Isso é muito importante, mas claro que, se eu puder conquistar a galera com algo local, com certeza vou colocar. Mas tou pensando em escolher o ‘ahhh, lelek, lek, lek…’ – explica o peso-pesado.

Mais introvertido, Minotauro recorre a outro argumento para garantir apoio dos apaixonados pelo MMA de Fortaleza. E faz questão de lembrar:

– Forró ele (Werdum) não vai saber dançar. Não vai ter o molejo dos nordestinos que nós temos – brinca.

Rodrigo Minotauro é natural da Bahia e tem plena convicção de que os companheiros de região levarão isso em conta.

– Por ser nordestino, existe aquela identidade e a torcida vai tá comigo. Conto com esse apoio, vou fazer meu melhor pra dar um grande show pra vocês (cearenses) – promete Minotauro.

Comemoração com cerveja após a luta

Se há quem diga que no encontro dos treinadores do TUF, no dia 8 de junho, haverá clima de revanche – Minotauro derrotou Werdum no Pride de 2006 -, os dois ressaltam a admiração que existe entre ambos.

– Quem não gostar dele a gente tem que suspeitar dessa pessoa, porque o cara é impressionante. Eu gosto muito dele, mas dentro do octógono vai acontecer com certeza uma grande luta da minha parte e da dele. Vou jogar limpo, sempre, nunca jogar sujo. Depois, independente de quem ganhar, que eu espero que seja eu, vamos sair pra comemorar juntos e tomar uma cerveja – diz Werdum.

– Tou numa excelente fase, sou um lutador maduro, sei do meu potencial e a mão tá pesada – avisa Minotauro.

O baiano ainda lembra a justa escolha por Fortaleza como sede do evento, citando o crescente destaque de cearenses no esporte.

– Nada mais justo do que essa final ser feita em Fortaleza, porque na final do TUF do ano passado tivemos dois cearenses, o (Godofredo) Pepey e o Rony Jason. Fico muito feliz – completa.

O nordeste é a segunda região com o maior número de lutadores no UFC. São 18, no total. Somente no ‘TUF Brasil 2 Finale’, o público poderá ver cinco deles, além de Minotauro: os cearenses Rony Jason, Godofredo Pepey e Caio Monstro, o potiguar Ronny Markes e o pernambucano Raphael Assunção.

(Portal Globo Esporte)

Anúncios