Ônibus ficou de cabeça para baixo (Foto: Reprodução /TV Globo)
Ônibus ficou de cabeça para baixo (Foto: Reprodução /TV Globo)

Um ônibus caiu do Viaduto Brigadeiro Trompowski na pista lateral da Avenida Brasil, na altura da Ilha do Governador, no Rio, por volta das 16h30 desta terça-feira (2), deixando feridos e mortos. De acordo com o Batalhão de Vias Especiais (BPVE), sete mortes estão confirmadas.

O coronel Sérgio Simões, secretário estadual de Defesa Civil, disse à Globo News que os mortos são cinco homens e duas mulheres. Simões afirmou que, às 17h30, havia seis feridos confirmados, mas o número deveria subir.

O coronel disse ainda que cerca de 50 homens do Corpo de Bombeiros em cinco equipes trabalham no resgate. Foram acionados os quartéis de Ramos, Benfica, Penha, Méier, Ilha do Fundão e do Grupamento de Busca.

O Hospital de Bonsucesso, para onde estão sendo encaminhados alguns dos feridos, confirma a chegada de pelo menos dois feridos, que foram direto para a Sala Vermelha, que atende pacientes em estado mais crítico. Também foram levadas vítimas para os hospitais Getúlio Vargas, na Penha, Souza Aguiar, no Centro, e Saracuruna, na Baixada, e Miguel Couto, na Gávea. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, as vítimas levadas ao Miguel Couto são dois homens, que sofreram politraumatismo.

O ônibus, da Viação Paranapuã, do Consórcio Internorte, fazia a linha 328, Bananal-Castelo. O veículo ficou com as rodas para cima.

Câmera de segurança
A Secretaria de Transportes, o Centro de Operações e a empresa de ônibus verificavam, por volta das 17h40, se o veículo possuía câmera de segurança, para apurar as causas do acidente e verificar sobre a possível discussão entre motorista e passageiro.

Às 18h, as equipes da CET-Rio e bombeiros tentavam desvirar o veículo. Havia corpos no local, que ainda seriam periciadas.

Discussão
Um passageiro ouvido pela Globo News, e que saltou um ponto antes do local do acidente, disse o motorista estava discutindo com um homem que pulou a roleta. Esse passageiro disse que desceu do ônibus com medo da briga.

Pista fechada
Três helicópteros dos bombeiros pararam na pista para fazer o resgate, fechando a Avenida Brasil no sentido Centro. Às 17h50, os motoristas enfrentavam trânsito lento no sentido Centro, no trecho entre Cordovil e a Ilha do Governador. No sentido Zona Oeste, a Avenida Brasil tinha tráfego intenso até a altura da Ilha, com reflexos até o Túnel Rebouças. As informações são do Centro de Operações da Prefeitura do Rio.

A alternativa para os motoristas é pegar a Linha Vermelha.

(G1 RJ)

Anúncios