São Paulo –  O serviço de fotos Instagram divulgou na última terça-feira (26) que chegou à marca de 100 milhões de usuários ativos. Com isso, o serviço se consolida como um dos mais populares da web, ficando atrás apenas de nomes consolidados, como Facebook, Twitter e Google+.

Símbolo do Instagram: valor de venda ao Facebook é estimada em R$ 1,8 bilhão | Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Para efeito de comparação, o Google+, rede social do fortemente promovida pelo Google, anunciou ter chegado ao mesmo número de usuários há seis meses . O Twitter tem cerca de 200 milhões de usuários ativos e, disparado na frente, oFacebook (que é dono do Instagram) tem mais de 1 bilhão de usuários .

Os números do Instagram são ainda mais expressivos quando se leva em conta que o serviço é usado quase que exclusivamente em celulares. O Instagram nasceu como aplicativo exclusivo para iPhone e apenas em abril do ano passado ganhou uma versão para Android. Somente há algumas semanas o serviço estreou uma versão web voltada para notebooks e PCs de mesa.

Polêmica sobre privacidade

Há cerca de dois meses, o Instagram foi alvo de duras críticas após uma mudança nos termos de uso. As alterações davam ao Instagram mais direitos sobre as fotos dos usuários e sugeriam que o serviço poderia usar fotos dos usuários em campanhas publicitárias.

A forte reação dos usuários levou o Instagram a recuar e anular os novos termos de serviço . Alguns usuários chegaram a afirmar que abandonariam o serviço. Essa atitude, porém, parece ter sido restrita a um grupo pequeno de pessoas e não afetou o crescimento do serviço. 

As informações são do iG 

 

Anúncios