cid

De 2008 até fevereiro de 2013, o Governo do Estado do Ceará gastou mais de R$ 86 milhões em festas comemorativas e de inauguração de obras públicas. A afirmação foi feita nesta terça-feira (26) pelo deputado estadual Heitor Férrer (PDT), no plenário da Assembléia Legislativa do Ceará (AL-CE). Para o deputado, “esse é um gasto inominável, uma farra do boi”. Para tentar coibir esse tipo de despesa, o deputado apresentou um projeto de lei que proíbe a realização de shows em inaugurações de obras públicas. O líder do governo na Assembleia, José Sarto (PSB), defende a realização dos eventos.

Mas a proposta não conquistou muitos apoiadores. Em quase um mês, não foi aprovada em nenhuma das comissões obrigatórias, requisito para que o projeto possa votado em plenário. “Eu não tenho conseguido apoio dentro da Assembleia,  já que a base do governador Cid Gomes não permite que avancemos na fiscalização”. Heitor Férrer disse ainda, que vai encaminhar o levantamento para investigação do Ministério Público do Estado e do Tribunal de Contas do Ceará.

A base do Governo, que hoje conta com 40 dos 44 deputados, apoia a realização dos shows. Para o deputado José Sarto (PSB), líder do Governo na Assembléia, com os shows “você movimenta a economia, vende-se a merenda, o churrasquinho, a cerveja. Chega aqui um fluxo maior de pessoas que, evidentemente, vão deixar divisas”.  O deputado Antônio Carlos de Freitas (PT), diz que é preciso exercer algum controle sobre os gastos dos shows. Para ele, “em período de estiagem declarada por órgão competente (…) não se deve ter alguns tipos de comemorações, porque é um gasto desnecessário”.

De acordo com levantamento feito por Heitor Férrer, em 2008, foram gastos R$ 18,8 milhões; em 2009, R$ 8,3 milhões; em 2010, R$ 25,6 milhões; em 2011,  R$ 12,9 milhões; em 2012, R$ 19,8 milhões; e até fevereiro de 2013, R$ 654.500,00. “São recursos que poderiam ser utilizados em outras áreas, como a saúde, por exemplo. Muitos cearenses não conseguem atendimento médico porque o Governo diz que não tem dinheiro”.

Casa Civil
De acordo com a Casa Civil, os valores gastos com a contratação de artistas somam R$ 38.855.224,45, enquanto os gastos com a estrutura dos eventos somam R$ 73.699.169,09. Esses recursos, segundo a Casa Civil,  incluem a festa de réveillon e as cinco edições do “Festival Férias no Ceará”.

(G1 Ceará)

Anúncios