Há quase dois anos, o Sindicato dos Bancários do Ceará acompanha de perto a frustração e a ansiedade dos aprovados no concurso de fevereiro de 2011 do Banco do Brasil. Diariamente, a entidade é procurada pelos aprovados em busca de pressionar o banco por convocação, já que o certame expira no dia 4 de março deste ano.

Em outubro de 2012, o BB anunciou a suspensão das convocações por “razões administrativas”, inclusive dos concursados que já estavam em processo final de qualificação e com posse agendada. Após carta enviada pela Contraf-CUT, criticando a decisão, o banco recuou , retomou o processo de contratação e anunciou  novos concursos – realizados no começo deste mês.

Porém, cerca de 80 pessoas aprovadas em 2011 ainda faltam ser convocadas. Essa longa espera é um flagrante desrespeito àqueles que se dedicaram aos estudos, obtiveram êxito, abriram mão de outras oportunidades e, agora, experimentam o descaso do banco.

“O Banco do Brasil tem motivos de sobra para convocar todas essas pessoas. Escutamos anúncios de ampliação no atendimento, geração de novos clientes e mais serviços. Isso reflete em uma crescente demanda nas agências e em sobrecarga de trabalho. Por isso, exigimos que o banco convoque os aprovados que estão nessa árdua espera”, afirma Bosco Mota, diretor do Sindicato e funcionário do BB, sugerindo ainda que os gerentes de cada agência informem à Gepes quando abrir vaga nas unidades e solicitem formalmente a convocação.

(Sindicato dos Bancários do Ceará)