OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Mais de 3.600 telefones públicos foram destruídos no Ceará em 2012, de acordo com a Oi, operadora responsável pelo serviço e manutenção dos telefones públicos no estado. Também no ano passado, 250 telefones públicos tiveram a proteção trocada por mês, uma manutenção de cerca de R$ 1 milhão, segundo a operadora. A Oi mantém 40 mil aparelhos no Ceará.

Mesmo com a manutenção, parte dos telefones públicos no estado estão sem serviço e danificados. Na Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza, são 27 telefones, pelo menos três deles não funcionam. Os que funcionam sofrem alvo de vandalismo e estão pichados e sujos.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) determina que as operadores mantenham quatro orelhões para cada mil moradores. Por conta do descumprimento, 24 cidades do Cearáligam grátis para telefones fixos. A Anatel entende que, mesmo com uso reduzido, “a população precisa do serviço” de telefonia pública.

As cidades onde a ligação de telefones públicos é gratuita são AcaraúAcopiaraAmontada,CarnaubalCatarinaCaucaiaForquilhaGranjaIndependênciaIpuIpueiras, Itapajé,JucásMombaçaMonsenhor TabosaNovo OrientePacatubaPedra Branca,QuiterianópolisQuixelôSalitreTarrafasTrairi e Viçosa do Ceará.

(G1 Ceará)

Anúncios