fortal3

Os gastos com a festa de réveillon de Fortaleza, no aterro da Praia de Iracema, chegam aos R$ 3,7 milhões. Desse total, R$ 1,7 milhão são destinados ao pagamento de atrações como Zezé di Camargo e Luciano, Luan Santana e Billy Paul. A infraestrutura da festa vai custar R$ 1,5 milhão e para o show pirotécnico estão destinados R$ 500 mil. As informações foram repassadas pelo governador Cid Gomes, em entrevista, nesta sexta-feira (29). O governador estimou o público do evento em 400 mil pessoas.

De acordo com Cid Gomes,  houve uma negociação nos valores cobrados para a montagem da infraestrutura e fogos de artifício. “Aproveitamos a licitação da Prefeitura para a infraestrutura mas renegociamos o preço, que passou de R$ 2,6 milhões para R$ 1,5 milhão”.

Como a Prefeitura de Fortaleza cancelou a licitação para show de fogos e não havia a possibilidade de dispensa para a contratação da empresa responsável,  a saída foi apelar para a iniciativa privada, segundo o governador. “Não tínhamos como pagar e conseguimos baixar o preço de R$ 700 mil para R$ 500 mil. Era isso ou a empresa ficaria no prejuízo, já que todo o projeto do show já estava pronto”.

Previsão de público
Cerca de 400 mil pessoas devem participar dda festa na Praia de Iracema. A previsão foi feita pelo governador Cid Gomes nesta tarde. O governador refutou as informações, divulgadas pela Prefeitura de Fortaleza, de público de 1,5 milhão de pessoas no réveillon do ano passado.

“Eu fui, pessoalmente, acompanhar a medição da área. Da calçada até o mar temos 150 metros com 600 metros de extensão, o que dá 90 mil metros quadrados.  Considerando quatro pessoas por metro quadrado chegamos a um total de 360 mil pessoas. Como fica muita gente nos arredores, podemos considerar um publico de 400 mil pessoas no aterro”, disse o governador.

De acordo com Cid Gomes, todas as possibilidades para a segurança da festa foram consideradas e haverá um reforço nas vias de acesso ao aterro, com reforço no horário de chegada e saída do público. Quatro lanchas farão a patrulha no mar, a cavalaria vai fiscalizar a areia e, no meio da multidão, haverá corredores com policiais do batalhão de choque para evitar arrastões.

Além disso, o aterro contará com 46 câmeras de segurança e 1.300 homens – entre policiais e seguranças privados – foram arregimentados para garantir a tranquilidade da festa . “Mais do que esquema de segurança, apostamos no espírito de paz e esperança que do público que vai participar da festa”.

(G1 Ceará)

Anúncios