Uma medida que obriga atores de filmes pornográficos a usar camisinha durante as gravações foi aprovada pelos eleitores de Los Angeles.  

A proposta foi aprovada por 55.9% dos eleitores, após uma longa campanha organizada por fundações de prevenção ao HIV.  

A fundação AIDS Healthcare vinha há anos pressionando para que a medida fosse aprovada, a fim de proteger os atores do vírus do HIV e de outras doenças sexualmente transmissíveis.  

Nos últimos oito anos, 22 atores da indústria pornográfica foram infectados pelo vírus HIV apenas na cidade.

Acredita-se que milhares de atores pornô sejam infectados anualmente, com taxas superiores àquelas registradas entre prostitutas.

Com a aprovação pelo referendo, as produtoras que infringirem a lei estarão sujeitas a multas e processos criminais.  

Para Michael Weinstein, da fundação AIDS Healthcare, a questão agora é saber se a indústria pornô vai cooperar com a nova medida.  

— Mostramos que não vamos desistir.   

Os defensores da medida dizem que ela protege a segurança do trabalhador — assim como são exigidos capacetes para operários da construção civil.  

Já os opositores acreditam que a indústria deve se regular sozinha e  afirmam que os atores já fazem exames de saúde regularmente. Eles também dizem que os consumidores de filmes pornográficos não querem ver atores usando camisinha.

Entre os opositores, estão a famosa atriz pornô Tera Patrick e a lenda da indústria pornográfica Ron Jeremy.

(Portal R7)