A passagem da supertempestade Sandy pela costa leste dos Estados Unidos deixou pelo menos 90 mortos no país, sendo 38 deles na cidade de Nova York. Muitos seguem desaparecidos. 

No Caribe, onde Sandy também deixou um rastro de destruição, 69 mortes já foram contabilizadas, incluindo 54 no Haiti e 11 em Cuba. 

Os dados foram levantados pela emissora britânica BBC e pelo portal de notícias norte-americano Huffington Post.

A agência de notícias Reuters aponta um número ainda mais elevado: 95 mortos nos EUA, 39 apenas na cidade de Nova York.

A AFP diz que as mortes na “Big Apple” chegaram a 40.

Os números podem aumentar nos próximos dias, especialmente em Staten Island, à medida em que as equipes de resgate vasculham todas as casas. 

Os estragos da tempestade Sandy na economia dos EUA poderão ultrapassar o valor de R$ 100 bilhões (US$ 50 bilhões de dólares) e torná-la a segunda tempestade mais cara para o bolso dos americanos. 

Cerca de 4,5 milhões de pessoas continuam sem energia elétrica em 12 Estados norte-americanos.

(Portal Rondônia Dinâmica)