Fortaleza é a maior metrópole da região Nordeste na geração de empregos formais, de acordo com pesquisa desenvolvida pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE).

No período de 2005 a 2011, foram gerados 220.306 mil novos empregos com carteira assinada, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Taxa de desemprego

A partir desses resultados, e de acordo com a pesquisa Indicadores do Mercado de Trabalho e de Políticas Públicas, realizada nos anos de 2006 e de 2010, foi registrada redução significativa na taxa de desemprego (-55,37%) e na de desocupação (-16,20%), como também o crescimento do nível de ocupação, evoluindo de 35,43% para 47,44%.

Para o titular da SDE, José de Freitas, o número de empregos formais representa um avanço para Fortaleza. “A informalidade predominava de forma expressiva na cidade, mas hoje a realidade mudou. Conquistamos mais de 220 mil empregos formais de 2005 a 2011. Nenhuma outra capital do Nordeste conseguiu isso”, avaliou.

O estudo

O estudo foi elaborado a partir de um levantamento direto de dados, por meio de pesquisa domiciliar, com cerca de 35 mil entrevistas, aplicadas nos 118 bairros de Fortaleza. A pesquisa foi realizada em parceria com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB).

Com informações da Prefeitura de Fortaleza

Anúncios