O governo de Dilma Roussef atingiu novo recorde de popularidade, com aprovação de 64% dos brasileiros, que disseram considerar a atual gestão “ótima” ou “boa”, revela pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (22) pelo jornal Folha de S.Paulo.

Esta é a maior taxa de popularidade de Dilma desde sua posse, em 1º de janeiro de 2011. Em janeiro deste ano, o Datafolha apontou aprovação de 59% dos entrevistados. No mês de junho do ano passado,

Ainda de acordo com o levantamento, a gestão de Dilma é regular para 29% dos entrevistados, quatro pontos percentuais abaixo da marca de janeiro (33%). Ruim ou péssimo foi a resposta de 5% dos brasileiros consultados, contra 6%% em janeiro.

A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 19 de abril com 2.588 pessoas em 161 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

Questionados sobre quem deveria ser o candidato do PT nas próximas eleições, em 2014, 57% dos entrevistados escolheram Luiz Inácio Lula da Silva. Dilma é a favorita de 32%. Para 6%, nenhum dos dois deveria concorrer. Outros 5% não souberam responder a pergunta.

Segundo o Datafolha, no entanto, Dilma está tecnicamente empatada com seu antecessor, levando em conta grupos considerados formadores de opinião e a margem de erro. Entre eleitores com renda acima de dez salários mínimos, Dilma tem preferência de 48% contra 45% de Lula.

CNI/Ibope

Pesquisa CNI/Ibope publicada em abril deste ano apontou que a aprovação da presidente Dilma Rousseff chegou a 77%. No levantamento anterior, feito em dezembro, o número era de 72%. Esta foi a melhor marca obtida pela presidente em 12 meses.

No levantamento, apenas 19% desaprovavam Dilma. No fim do ano passado, a taxa de rejeição era de 21%.

O desempenho de Dilma superou ainda os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso (57%) e Luiz Inácio Lula da Silva (60%) no segundo ano de seus primeiros mandatos.

(R7)